Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Igreja Anglicana condena oficialmente as Loot Boxes

Video-games viciantes estão "lançando uma sombra escura sobre o mundo colorido das brincadeiras de infância", alertou a Igreja da Inglaterra, também conhecida com a Igreja Anglicana.

O bispo Alan Smith, bispo de St. Albans, disse ao Telegraph que as empresas estavam "inundando" os jogos com "produtos nocivos" que estavam "apostando com a vida das crianças".

O bispo está agora pedindo ao governo que proíba a venda 'loot boxes' de videogame para crianças, lootboxes são recursos do jogo que distribuem itens digitais aleatórios, descrevendo-os como uma "porta de entrada para os jogos de azar e para as apostas".

Seu aviso veio depois que o Comitê de Cultura, na semana passada, disse que a brecha na legislação britânica sobre jogos de azar que permite a venda de caixas de saque a menores deve ser encerrada.

Após uma investigação sobre tecnologias viciantes, os parlamentares também pediram que quaisquer jogos que contenham Loot Boxes sejam claramente rotulados como jogos de azar e sejam classificados para mais de 18 anos.

Smith, que é o principal porta-voz da Igreja Anglicana para problemas de apostas e jogos de azar, disse:

Citação: O relatório do comitê destaca o que os pais e responsáveis já sentem: jogos aparentemente inócuos com caixas de sorteio estão transformando as brincadeiras inocentes das crianças em uma porta de entrada para os jogos de azar e para as apostas.

Os produtos nocivos e viciantes que inundam os jogos infantis lançam uma sombra sombria sobre o mundo colorido das brincadeiras de infância. Os jogos devem ser um local de aventura e descoberta, não um veículo para obter lucro às custas das crianças.

...

Estes jogos são jogos de azar com a vida das crianças e é necessário agir, não no futuro próximo, mas agora. À medida que a pressão para comprar jogos de Natal começa, pais e responsáveis precisam saber o que estão comprando para os filhos.


Imagem

As loot boxes tornaram-se uma indústria multibilionária nos últimos anos e aparecem em uma série de videogames populares, como FIFA, NBA 2K e Star Wars Battlefront. Eles geralmente permitem que os jogadores paguem a chance de ganhar itens procurados, como novos personagens, armas ou roupas no jogo - as chamadas 'skins'.

Uma das versões mais lucrativas das caixas de saque são os pacotes de jogadores do FIFA Ultimate Teams, onde os jogadores compram uma seleção aleatória de jogadores com a chance de conseguir um jogador de destaque como Ronaldo para Messi para seu time online. Em 2017, a Electronic Arts (EA), que faz a FIFA, disse que recebeu mais de 560 milhões de libras com a venda dessas loot boxes no FIFA e em outros títulos esportivos.

Durante a investigação do comitê de cultura, Kerry Hopkins, vice-presidente de assuntos jurídicos e governamentais da EA, defendeu a venda de loot boxes da empresa, dizendo que as via como "mecânicas de surpresa" semelhantes a "Kinder Eggs".

No entanto, os deputados também ouviram de jogadores que disseram gastar mais de 1.000 libras por ano em loot boxes no FIFA.

Em seus comentários a esse fato, o Dr. Smith também repreendeu severamente a indústria de jogos, que ele acusou de "colocar lucro à frente da vida das crianças". Ele disse:

Citação: Em vez de mudar continuamente a ênfase para os pais e os filhos, a indústria precisa acordar e começar a assumir a responsabilidade. Colocar a vida das crianças à frente de suas margens de lucro parece, para mim, um pedido certamente fácil de ser feito


Em outro comentário para o Telegraph, o bispo também rejeitou a afirmação da EA de que lootboxes eram "mecânicas de surpresa" ele afirmou que loot boxes não eram brinquedos inocentes", e ele questionou se era realmente necessário um novo ato de jogo para proteger as crianças da ascensão de tal funcionalidade de jogo.

Imagem

NOTA: Igreja anglicana, não é a igreja católica, não confundam.

Fonte: Telegraph

Comentários

18 Set, 2019 - 12:40

431 Views

Comentários