Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Para Warren Spector: Jogos como Lollipop Chainsaw não deveriam ter sido criados

Não é segredo para ninguém que Warren Spector, criador da série Deus Ex e Epic Mickey, é um defensor do fim da violência exagerada nos jogos. Tanto que, durante sua palestra durante a DICE Summit, ele continuou em sua cruzada e até mesmo atacou alguns lançamentos recentes por conta do excesso de sangue na tela.

Em determinado ponto de seu discurso, Spector mencionou a evolução das tendências dentro da indústria, citando exatamente o crescimento do conteúdo violento para atrair público. E sua revolta em relação ao assunto era tanto que ele chegou a dizer que há títulos no mercado que não deveriam ter sido criados, trazendo uma enorme imagem de Lollipop Chainsaw projetada atrás de si para ilustrar a questão.

E ele não parou por aí. Além da bizarra criação de Goichi Suda, o produtor completou dizendo que não se interessa mais em personagens de armadura ou com grandes espadas e que não aguenta mais ser um fuzileiro espacial protegendo a Terra de uma invasão. Para ele, os únicos jogos que realmente lhe interessam são aqueles que ele considera relevante, como The Walking Dead e Heavy Rain.

Por fim, Spector concluiu dizendo que a indústria precisa parar de pensar em seu público como um bando de adolescentes e pensar mais em material relevante para o que ele chamou de "humanos normais".

E aí, o que você acha disso?

Não há como negar que Warren Spector tem um pouco de razão. Particularmente, também me cansei de ver personagens com o triplo do tamanho de um humano normal carregando armas gigantescas. Na maioria dos casos, esse exagero — que é sempre acompanhado de violência — vem para compensar uma história rasa e pouco interessante. Foi o que me afastou de Darksiders, por exemplo.

Imagem

Video games também são entretenimento, seu Spector

Por outro lado, essa história de "conteúdo relevante" e jogos que não deveriam ser criados é bem questionável. Além de ser uma visão bem pessoal, é preciso lembrar que o video game é uma forma de entretenimento que, assim como o cinema, possui diferentes tipos de público e que não há razão para "elitizá-lo".

E por mais que Deus Ex seja uma ótima franquia, ainda estamos falando do cara que falhou com Epic Mickey e faliu a Junction Point.

Fonte: Baixakijogos

Comentários

08 Fev, 2013 - 20:57

1684 Views

Comentários

matheusvint 09 Fev, 2013 12:41 3

Tudo frescura,videogame e como qualquer outro entreterimento.
Esistem estilos de jogo e se ele nao gosta do de lolipop procurasse um que ele gostasse.
Para mim ele so quis chamear atensao.

leosenin 09 Fev, 2013 03:11 2

Achei o jogo nojento, só tem uma coisa que se salva a Juliet, de resto achei muita viagem não me agradou.

Marlon018 09 Fev, 2013 02:14 2

Ah para! Como que querem que eu pense alguma coisa colocando uma foto dessa na notícia? kkkkkkkkk

riber_gabriel 09 Fev, 2013 01:46 2

Valeu a pena o jogo pelos cosplayers que saíram depois.

juggggernaut 09 Fev, 2013 00:49 2

"Existe aquele ditado que diz que, enquanto os jogos atuais são feitos para serem derrotados por você, antigamente jogos eram feitos para derrotar você."

Não é dessa matéria, mas achei brilhante. Estou quase virando cinéfilo ao invéz de gamer.

Concordo com muito do que foi dito...

SrCoringa 08 Fev, 2013 22:27 5

de novo outro desses comentarios, sobre lolipop.

pena, um jogo tão bom e divertido sendo taxado somente pelo visual.

1- ele leva um conceito Lolita, visual comum em animes.
2- é um game do Suda51, brincadeiras com o sexualismo e piadas infames concerteza fariam parte do game, é ai entra seu diferencial.

K4P1R0T0 08 Fev, 2013 22:01 2

Tenso o jogo é massa

levigomes 08 Fev, 2013 21:24 3

O cara só falo isso pq os jogos que ele cria não vai pra frente,
vc acha que eu vou ficar jogando Epic Mickey joguinho infantil
vá a ***** Warren Spector cria um jogo que vale a pena e fale menos ok.

ItalloIgor 08 Fev, 2013 21:08 7

Eu sei bem qual foi a razão para a maioria que comprou esse Lollipop Chainsaw. E com certeza não foi o divertimento de matar zumbis.

Notícias