Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Epic Games processa garoto de 14 anos e desperta a ira de sua mãe

Em outubro deste ano, a Epic Games iniciou uma série de processos contra jogadores que estavam usando cheats em Fortnite: Battle Royale. Entre eles estava um garoto de 14 anos, situação que faz com que sua mãe se pronunciasse publicamente contra a desenvolvedora, que teria lidado com o problema de forma desproporcional.

Uma carta enviada por ela ao tribunal que lida com o caso aponta diversos problemas na maneira como a Epic trata o assunto. Entre eles está o fato de que os termos de contrato estabelecidos pela empresa não tem vinculação jurídica e que, para assiná-los, um menor de idade precisa da autorização de um adulto — algo que não aconteceu, no caso.

Imagem

Além disso, a mãe afirma que seu filho está sendo feito de "bode expiatório" no caso e que a desenvolvedora erra ao focar em jogadores individuais e não nos sites que vendem os cheats usados dentro do game. Ela também alega que seu filho é só um usuário e não o desenvolvedor das ferramentas de trapaça, e que, como Fornite é um jogo free to play, a empresa não pode alegar que teve "grandes perdas de lucro" com o uso dos cheats.

Para completar, ela afirma que a Epic Games violou as leis de Delaware ao divulgar publicamente as informações do menor de idade para o público. Conforme o site TorrentFreak observa, a  desenvolvedora provavelmente não sabia que o acusado era um menor de idade — diante dessa situação, ela deve desistir do processo ou passar a responsabilidade para a mãe do jogador.

Processo começou no YouTube

"Esse processo em particular resultou do fato do acusado ter preenchido um contrapedido de DMCA a uma notificação de derrubada de um vídeo do YouTube que mostrava e promovia cheats e falhas de Fornite Battle Royale. Sob essas circunstâncias, a lei exige que iniciemos um processo ou desistamos do pedido", afirmou a Epic em um pronunciamento enviado ao site Kotaku.

Imagem

A desenvolvedora também reafirmou seu compromisso em eliminar qualquer espécie de trapaça do jogo, bem como lidar diretamente com qualquer tipo de violação de seus direitos autorais. Segundo ela, ações do tipo vão continuar sendo tomadas independentemente da idade de quem estiver cometendo essas atitudes.

Fonte: Voxel

Comentários

29 Nov, 2017 - 16:51

5395 Views

Comentários

Notícias