Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

5 clichês dos RPGs japoneses

Jogos de RPG são cheios dos clichês, conheça aqui os principais deles



Fala, galera, tudo bom com vocês? Continuando nossa série de clichês, hoje eu vou falar um pouco sobre os dos RPGs vindos do Japão, também conhecidos como JRPGs. Como eu já joguei um monte deles, deu pra anotar algumas características comuns à boa maioria. Vamos a elas?

5. Não existe propriedade privada

Imagem

Vocês já notaram como ninguém tranca as portas das casas nos RPGs? Você pode entrar nas casas das pessoas não importa a hora, não falar com elas, pegar todos os baús, quebrar vasos e afins, enfim, tocar o puteiro na casa, e o dono não vai falar nada. É como se fosse a casa da mãe Joana, salvo raras exceções, como em Brave Fencer Musashi, onde Musashi batia nas portas das casas e o dono decidia se ia te atender ou não (o que podia não acontecer dependendo da hora do dia).

4. O reino está sofrendo a crise econômica

Imagem

Você salvou o reino e o soberano decidiu ser magnânimo com você dando acesso irrestrito à sala dos tesouros… para você se decepcionar com o estado das contas do país. Na maioria das vezes, tudo o que você encontra uns 100 GPs e uma potion ou uma espada, mas também, isso quase sempre acontece no começo do jogo e seria sacanagem dele te dar um bilhão de dinheiros logo assim de cara. Dá até vontade de emprestar uns trocados pro rei pagar as contas depois de uma visita tão decepcionante dessas.

3. ZZZZ

Imagem

Quantos RPGs você já jogou onde você é um adolescente que começa a aventura dormindo? Azure Dreams, Chrono Trigger, Disgaea são apenas alguns exemplos que vêm à minha cabeça assim de cara. Acho que Grandia também começa dessa forma. Enfim, esse pessoal precisa comprar um despertador.

2. Seu órfão

Imagem

Quantos RPGs japoneses você já jogou onde você só tem sua mãe ou sei pai como parentes? Pois é, parece até Toy Story. Parece que é difícil para os desenvolvedores pensarem em nomes e histórias para casais, então você geralmente é um órfão de pai ou de mãe que vai salvar o mundo, ou virar o melhor treinador Pokémon de todos os tempos, ou algo do tipo.

1. $$$

Imagem

Terminando a nossa lista, uma pergunta: por que diabos monstros carregam dinheiro? Eles não vivem em sociedade nem estabelecem cidades, muito menos vão ao mercado (afinal, eles atacam pessoas), então por que? Só para te deixar mais rico, é claro.



Enfim, os clichês de RPGs japoneses são muitos, mas eu preferi me ater aos principais aqui. Que outros vocês conseguem se lembrar? Deixem seus comentários!

Fonte: Criticalhits

Comentários

26 Fev, 2014 - 17:22

2410 Views

Comentários

vbmvagner 27 Fev, 2014 18:43 2

Lamentável é eu ter que ler baboseiras e inverdades desses otakus. Gosta de JRPGs? Prefere eles aos WRPGs? Tem todo o direito! Agora vir aqui afirmar que isso ai tem historia e enredo pra competir com verdadeiros RPG é idiotice. E vir me difamar falando que eu não gosto de RPG que eu só curto CoD, que nunca joguei RPG de mesa já é ofensa.

vbmvagner 27 Fev, 2014 18:37 1

SrCoringa escreveu:
deixa eu frisar o meu comentario, "a BASE de skyrim É UM MUNDO EXISTENTE, por que na historia do PERSONAGEM EM SI, é RIDICULA."

O protagonista parece vago por causa da liberdade dentro do jogo, mas é seu papel como jogador dar sentido a personagem (igual em um RPG de mesa). Portanto a historia do Dragonborn é você quem faz!. Você que decide a quem ele é leal, como ele age, como ele pensa, quem ele vai apoiar durante a guerra civil... Sem falar que em vários aspectos o "passado mitológico" esta muito presente dentro do game (em foram de quests, itens, lugares, NPCs), então não é mera "encheção de linguiça". É preferível um protagonista vago a um débil de cabelo espetado com um carisma barato (Cloud, Fei, Laharl...).
Realmente concordo com você, entre os grandes nomes dos RPGs Skyrim nem é tudo isso, pega Oblivion ou Baldur's Gate ai a coisa começa a ficar feia pros "J"s e seus personagenzinhos infantis.

firefox 27 Fev, 2014 12:33 1

As vezes até parece que baixou o espírito Game Vício nos comentários.
Lamentável. WTF!

steyfy 27 Fev, 2014 10:50 4

a coisa mais sem logica nos rpg é vc estar lá para salvar o mundo e mesmo assim os caras cobram por peças de armadura, potion, mana, espadas, etc...

Putz ! eu estou aki me fodendo para salvar pessoas que nem conheço e vc nao vai me vender a espada pq falta 50 centavos.

DeathBoy 27 Fev, 2014 08:29 0

Eu não sei como tantas pessoas se deixam levar pela opinião individual de um ou dois usuários,
Gosto é gosto cada um tem o seu, eu gosto de ambos tanto o RPG quanto o JRPG, alguns são bem trabalhados e outros não e isso é valido para os dois mundos. Eu não sei o que é pior, pessoas que fazem comentários desse tipo ou o pessoal que tentando proteger o seu gosto pessoal acabam difamando outras grandes obras primas.
Lamentável.

maffuban 27 Fev, 2014 07:48 2

Roberto_555 escreveu:A questão do dinheiro é muito fácil, monstros comem humanos que carregam dinheiro o humano e digerido menos suas moedas e armaduras que são de metais.


kkkkkkkkkkkk, boa lógica!

Roberto_555 27 Fev, 2014 07:22 3

A questão do dinheiro é muito fácil, monstros comem humanos que carregam dinheiro o humano e digerido menos suas moedas e armaduras que são de metais.

Edu0101 27 Fev, 2014 02:04 2

chronobrr escreveu:Continuando...

6 - Vai ter um personagem feminino super estereotipado, cabelo colorido, voz irritante, muito loli, muito exagero, super surreal.

7 - O protagonista, e nerd, metido, ou revoltado... mas nunca "normal"

8 - Diálogos longos, piadinhas forçadas, reações exageradas.

9 - Sistema de batalha onde o grupo fica repetindo a mesmas frases o tempo todo, ate voce nao aguentar mais e encostar o jogo.

10 - Ter perdido toda a magica que tinham os JRPGs antigos./


11 - companheira nerd que concerta tudo
12 - um nao humano super carismatico
13 - transformações super poderosas que so se consegue no fim
14 - cristais como o maior plot da historia
15 - um vilao que fica do lado dos herois depois da segunda batalha contra ele

chronobrr 27 Fev, 2014 00:41 4

Continuando...

6 - Vai ter um personagem feminino super estereotipado, cabelo colorido, voz irritante, muito loli, muito exagero, super surreal.

7 - O protagonista, e nerd, metido, ou revoltado... mas nunca "normal"

8 - Diálogos longos, piadinhas forçadas, reações exageradas.

9 - Sistema de batalha onde o grupo fica repetindo a mesmas frases o tempo todo, ate voce nao aguentar mais e encostar o jogo.

10 - Ter perdido toda a magica que tinham os JRPGs antigos./

Sossap 27 Fev, 2014 00:31 9

Pessoal aí defendendo JRPG nunca deve ter jogado ME, TES, KOTOR, Baldur's Gate, Fallout, DA, porque isso é RPG de verdade (na verdade não é porque RPG mesmo é o que se joga na mesa e é MUITO melhor que qualquer jogo do gênero)
oriental já perdeu a mão faz muito tempo, dia desses tava vendo um trailer do FF e uma guria faz uns movimentos ridicularmente exagerados pra se virar pra frente com a capa, serio, já deu disso, é só historia idiota, exagerada, cheia de pontas soltas, mais clichê que novela da globo, é tipo um anime só que consegue ser pior de alguma maneira.

vbmvagner 27 Fev, 2014 00:09 4

SrCoringa procure no Google sobre Alessia, o pacto de Akatosh, os nove divinos, Tiber Septim, Reman Cyrodiil, o que significa ser um Dragonborn, os Akaviri, os Daedra, os Dremora, o Oblivion, ai você vai começar a entender Skyrim e o que é um RPG. Sem falar nos conflitos raciais entre Nórdicos e Imperiais, o Domínio Talmor, toda a economia do game, o sistema de evolução de Skills...

vbmvagner 27 Fev, 2014 00:00 3

Para ser um RPG você precisa estar inserido num mundo com suas próprias regras e interagir nesse mundo (com os NPCs, historia, com o ambiente). Um jogo de partidas táticas não é um RPG se não tiver todo um aparato que dê sustentação ao ato de matar monstros pra ganhar XP. Era de se esperar que com historias fixas os JRPGs fossem mais trabalhados em enredo mas isso não acontece. Os personagens de um WRPG como Skyrim não são bem trabalhados porque esse tipo de RPG te da muita liberdade, mas o que dizer dos outros personagens? Sem falar que com o desenrolar da historia você mesmo da sentido aquela personagem. E lucifeh sinceramente alguém que despreza toda a historia de um Elder Scrolls e Dragon Age mas diz que Xenogears e Final Fantasy tem historia não merece meu respeito.. Respondendo a sua duvida já joguei muitos RPGs de mesa e acho que é você que não sabe o que ta falando aqui, pois eu preso a historia e o fundo mitológico de um RPG acima de tudo.