Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Quem é Lilith, o novo arqui-vilão de Diablo IV?

Se você assistiu ao trailer do anúncio de Diablo IV na BlizzCon 2019, pode estar se perguntando quem é o ser demoníaco que desceu de um portal feito de sangue o tornando sua própria pele. Ela pousou no chão da câmara de invocação, seu portal de sangue transformado em uma capa. Seu tecido é vermelho é translúcido como de um feto. Você pode até ver seu coração batendo. macabro como tinha que ser para a série Diablo . Então quem é ela?

A Filha do Ódio

Lilith, filha de Mephisto de Diablo II , também é a rainha das succubus. Segundo a tradição de Diablo , ela se apaixonou pelo arcanjo Inarius. Os dois são uma espécie de inimigos jurados, isso agitou algumas penas no céu e no inferno. Para escapar da perseguição, Inarius e Lilith roubaram a Worldstone e a usaram para criar o mundo de Santuário: o mundo de Diablo, onde nossos personagens estão destruindo demônios desde o jogo original lançado em 1996.

ImagemUm nephalem fica diante da Worldstone em Diablo II.

Eventualmente, os dois tiveram filhos: os nephalem. Isso tornou as forças do bem e do mal ainda mais irritadas. Os nephalem tinha o potencial de ser os seres mais poderosos da criação. Quanto mais poderoso? Todos os humanos no Santuário são descendentes dos nephalem, e nephalem (os personagens dos jogadores) derrotaram os males principais em três jogos subseqüentes. O Céu e o Inferno tinham razões para ter medo dos nephalem, e o apelo tentador de tal poder logo corrompeu Lilith.

Caídos da graça

Eventualmente, Lilith desistiu de qualquer pretensão de viver em paz e traiu seu amante. E considerando seus sentimentos por ele, poupou a vida dele. Sua natureza demoníaca, incapaz de ser contida, ela procurou governar o Santuário com os nefalem como seu próprio exército. Inarius conseguiu derrotá-la, no entanto, e ele a baniu do Santuário. Ele então paralisou o poder dos nephalem para garantir que o equilíbrio entre o bem e o mal não fosse ameaçado. Mas, como vimos em Diablo I , II e III , os nefalem ainda é uma força capaz de derrotar anjos ou demônios.

Supostamente, uma série de livros de quadrinhos sobre sua origem estava programada para ser lançada no ano passado. Mas eles foram cancelados porque a Blizzard queria mudar a direção da história. A arte e o design de Lilith também parecem diferentes nos quadrinhos. No entanto, o quadrinho teria ocorrido muito no passado, antes das várias derrotas e encarnações de Lilith no Santuário. É possível que a Blizzard tenha decidido que não queria nenhum escritor externo explorando o próximo vilão, então a revelação de hoje pode finalmente explicar por que a história em quadrinhos foi cancelada. O momento certamente se encaixa.

ImagemLilith, como ela apareceu em uma série de quadrinhos cancelada, destinada a explorar as origens do Santuário.

Depois, Lilith faz algumas aparições na Lore de Diablo. Você na verdade luta com ela em Diablo II , mas ela não parecia muito especial na época. Ela era simplesmente um modelo Andariel mais sombrio que os jogadores encontravam.

A Mãe está em casa

No trailer da CGI, parece que eles subestimaram as origens da súcubus Lilith. Já tínhamos um chefe menor, a Maiden of Lust em Diablo III , que provocava atrevidamente os jogadores enquanto eles iam para o Inferno. Parece que não vamos conseguir isso aqui. Os súcubos são interessantes e tudo mais, mas você quer um demônio desprezível como seu principal inimigo em um jogo? A Lilith que vimos no trailer do anúncio era real e agourenta. Seu olhar gelado, sem a paixão que alguém poderia associar a um súcubo. Ela realmente parecia matriarcal.

ImagemLilith de volta em casa.

Então, por que a Blizzard aparentemente escolheu fazer de Lilith o novo grande mal de Diablo IV ? Para começar, ela não é completamente má, ou pelo menos não tão má quanto outros demônios. Ela mostrou no passado que tinha a capacidade de amar e cuidar dos outros. Nosso conhecimento de suas motivações anteriores mostra que suas decisões - embora sedentas de sangue - podem ter sido tomadas em nome do bem maior. De acordo com o livro de histórias publicado pela Blizzard, O Livro de Caim , Lilith estava tentando acabar com o Conflito Eterno entre Céu e Inferno de uma vez por todas. Ela estava tentando salvar a criação? Ou ela estava simplesmente enlouquecida pelo poder?

Um vilão complexo é sempre um bom vilão e, se escrito corretamente, suas motivações podem diferir dos trés principais demonios. Diablo IV poderia ter uma narrativa mais envolvente em comparação com seus antecessores diretos, mantendo a sensação sombria e gótica da série.

Se você quiser saber mais sobre a Lore de Lilith, Inarius e a origem do Santuário, confira a The Sin War Trilogy de Richard A. Knaak.

Fonte: Pcinvasion

Comentários

03 Nov, 2019 - 19:40

4805 Views

Comentários

Notícias