Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Afinal, faz sentido Goku passar sufoco em "Dragon Ball Super"?

O episódio 115 de "Dragon Ball Super", transmitido no último final de semana, suscitou algumas dúvidas entre os fãs da franquia. Isso porque Goku levou um tremendo sufoco de Kefla (a fusão resultante das saiyajins Kale e Caulifla) e acabou derrotado, mesmo após usar a dobradinha de poderes Super Saiyajin Blue e Kaioken.

A situação gerou um debate entre os fãs, sendo que muitos deles levantaram uma possível incoerência do anime, uma vez que essa combinação Super Saiyajin Blue e Kaioken representa o poder máximo que Goku consegue controlar até o momento - contexto no qual o Instinto Superior ainda surge como algo ocasional e fora do controle do personagem. Seria Kefla tão poderosa assim ou o roteiro da série estaria "dando uma forcinha" para tornar a personagem tão relevante?

Para explicarmos isso é preciso relembrar o que é uma fusão em "Dragon Ball". Apesar de "Super" ter deixado de lado uma medida  de poderes mais lúdica, o jeito mais fácil de explicar é usando números: suponhamos que Kale e Caulifla tenham, cada uma, um poder equivalente a 10. Ao contrário do que muitos imaginam, a fusão das duas usando os brincos potara não somaria o poder de ambas - um resultado de 20 -, mas sim, multiplicaria um pelo outro, resultando em 100.

Ou seja: é um salto considerável e, considerando que os saiyajins do Universo 6 evoluem com mais facilidade - e Kale e Caulifla passam longe de ser fracas - Kefla é, sim, extremamente poderosa. E isso foi ainda além após a lutadora adicionar outro multiplicador aos seus poderes, no caso, a forma de super saiyajin.

Há, porém, outra explicação, que é o desgaste de Goku. Ele passa longe de sua melhor forma desde que ativou o Instinto Superior pela primeira vez durante a luta contra Jiren. Mesmo transformado em Super Saiyajin Blue e usando o Kaioken, é praticamente impossível que ele esteja utilizando o ápice de seu poder controlável - ele até conseguiu equilibrar as ações na luta, mas o próprio Bills alertou que ele não aguentaria por muito tempo. O resultado da combinação desses fatores foi a sequência abaixo, algo totalmente plausível e esperado.



Instinto Superior, o "continue" de Goku

Derrubado por Kefla, Goku consegue se levantar e, do nada, o Instinto Superior se torna ativo novamente. Mais do que representar um novo poder do personagem, fica claro que o roteiro do anime deverá utilizar a técnica como uma espécie de último recurso para o personagem de agora em diante.

Nós já vimos isso em outros momentos da série, inicialmente com algo mais simples, como o Kamehameha em "Dragon Ball", passando para a Genki Dama, em "Dragon Ball Z".

O fato do Instinto Superior, ao menos por enquanto, não ser algo controlável e deixar Goku tão útil quanto um peso de papel após o seu uso, torna a situação mais interessante. Por meio de sinopses dos episódios das próximas semanas, é possível sabermos que muito provavelmente Goku derrotará Kefla usando o Instinto Superior, mas ficará à mercê dos inimigos após usar esse recurso - precisando ser protegido pelos Androides 17 e 18.

Imagem

Da primeira vez, o personagem contou com uma injeção de energia de Freeza - que pagou a "dívida" que tinha com Goku decorrente do desfecho da luta em Namekusei - e recuperou parte da sua energia lutando com Caulifla e Kefla. É improvável que isso ocorra novamente agora, restando a dúvida sobre como o personagem irá se recuperar para novas batalhas.

As respostas para essa e outras questões serão vistas no decorrer de "Dragon Ball Super", que tem novos episódios transmitidos nas manhãs de domingo no Japão, com transmissão nas noites de sábado no Brasil pelo Crunchyroll.

Fonte: Jogos/Uol

Comentários

13 Nov, 2017 - 17:43

978 Views

Comentários