Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Allison Mack, a Chloe de Smallville, é suspeita de comandar seita de escravas sexuais

Atriz estaria agindo a mando de Keith Raniere, seu mestre e idealizador do grupo

O jornal Daily Mail revelou em reportagem que a atriz Allison Mack, conhecida por ter interpretado a personagem Chloe Sullivan em "Smallville", é uma das principais líderes de um grupo secreto de extorsão e práticas sexuais.

Uma extensa investigação, que começou com uma reportagem no jornal New York Times, revela que Mack é suspeita de ser uma das líderes de uma seita que recruta escravas sexuais para executivos poderosos da industria do entretenimento.

Segundo a publicação, Mack é a segunda no comando de uma irmandade chamada DOS, que funciona dentro de um grupo que se diz de autoajuda chamado NXIVM, fundado por Keith Raniere – porém, testemunhas informam que o grupo é, na verdade, um culto.

De acordo com as acusações, a atriz teria criado a DOS com a intenção de formar uma organização mundial de empoderamento feminino, mas a realidade é bem diferente do que parece. Ex-integrantes relatam que, para entrar na DOS, era preciso entregar informações pessoais condenatórias como demonstração de confiança – o que, na verdade, era usado para impedir que elas falassem posteriormente sobre a horrível realidade do grupo.

ImagemAllison Mack coestrelou "Smalville" nas 10 temporadas da série


Segundo a reportagem, a DOS opera com base em uma hierarquia de mestre e escravas. A atriz Allison Mack teria várias escravas, que são obrigadas a recrutar outras escravas, formando um esquema de pirâmide. Caso as integrantes não conseguissem realizar os recrutamentos necessários, elas eram espancadas (com batidas de pá em suas nádegas) – punição corporal que teria sido introduzida por Mack.

As meninas aprovadas no recrutamento passavam então para uma cerimônia de iniciação em que eram obrigadas a tirar a roupa e terem seus corpos marcados com um símbolo que representava as iniciais dos nomes de Raniere e Mack. Além disso, essas escravas que caíam no esquema DOS precisavam seguir um regime de 500 a 800 calorias por dia.

O caso está sendo investigado pela polícia.

ImagemSupostas marcas da DOS


Segundo o DailyMail, Mack é responsável por comandar as mulheres que fazem parte do culto, mas todas as suas decisões são feitas com base nas ordens de Raniere, que seria o seu "mestre".

Catherine Oxenberg, conhecida por ter estrelado a série Dinasty, sucesso nos anos 80, afirmou recentemente que a sua filha, India Oxenberg, é uma das membras do DOS e que teria se afastado da família e iniciado uma severa dieta a mando de Mack e Raniere.

O representante oficial da ex-estrela de Smallville já afirmou categoricamente que ela não dará entrevistas à imprensa e se recusou a falar sobre a acusação.

Fonte: Minhaserie

Comentários

09 Nov, 2017 - 19:23

8414 Views

Comentários