Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Produtor da série Zelda explica por que The Legend of Zelda: Breath of the Wild não terá protagonista feminina

The Legend of Zelda: Breath of the Wild, maior jogo da série Zelda já produzido, não terá a opção de jogar com uma heroína, e o produtor do game Eiji Aonuma explica o por quê:

Em entrevista ao site Gamespot durante a E3 2016, Aonuma negou os rumores de que uma versão feminina do Link estaria jogável, apontando para o fato de a equipe chegou a discutir a questão e que "seria possível caso tivéssemos escolhido este caminho". A expectativa de alguns fãs era de que Linkle, versão feminina oficial do herói da franquia, será inclusa em Breath of the Wild.



Na verdade, ao invés de se explorar a possibilidade de usar Linkle, a equipe de desenvolvimento estava considerando tornar Zelda a heroína. "Nós pensamos muito e decidimos que, se era para termos uma protagonista feminina, seria mais simples utilizar Zelda como a personagem principal", explicou Aonuma.

Eventualmente o produtor também explicou o por quê da equipe acabar decidindo contra esta ideia: "Se tivermos a princesa Zelda como o personagem principal, lutando, o que então Link faria? Levando isso em conta, e também a ideia de equilíbrio da Triforça, nós decidimos que o melhor era voltar conceito original."

Vale lembrar que, em 2015, Aonuma disse que Linkle estaria em sua mente durante o desenvolvimento de novos jogos de Zelda. A personagem foi revelada como uma heroína jogável do jogo Hyrule

Imagem

O que você acha da resposta de Aonuma? Acredita que Breath of the Wild deveria ter um Link feminino ou a Princesa Zelda como a protagonista? E se o game tivesse a opção de alternar entre Link e Linkle? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Fonte: Br/Ign

Comentários

16 Jun, 2016 - 10:52

1000 Views

Comentários