Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Nintendo assegura que o 3DS está aqui para ficar

Já foram vendidas mais de 50 milhões de unidades.

Scott Moffitt, da Nintendo of America, assegurou que a Nintendo 3DS está aqui para ficar, revelando que em 2015, foram vendidas mais unidades da portátil do que em 2014.

The Legend of Zelda: Tri Force Heroes, Animal Crossing: Happy Home Designer e Yo-Kai Watch estão a gerar imenso interesse neste Natal de 2015 e continuam a manter em alta o interesse na portátil. Mesmo com o mercado mobile em alta, os jogadores continuam interessados nas opções mais sofisticadas da Nintendo 3DS e em breve a Nintendo também estará nesse mercado.

No entanto, questionado sobre a pressão que o mobile exerce nas portáteis dedicadas, Moffitt assegurou que a Nintendo 3DS está aqui para ficar, e revelou algo que vos pode surpreender.

"A Nintendo 3DS está aqui para ficar. Deixa-me dizer-te um número que te pode surpreender. Até agora, em termos globais, a Nintendo 3DS já vendeu mais unidades do que a PlayStation 4 e a Xbox One juntas. A maioria das pessoas fica surpreendida com isto", disse Moffitt.

O homem da Nintendo acredita que a 3DS pode coexistir com os aparelhos mobile e relembra algumas das experiências que podem encontrar na consola, que além de divertirem vários jogadores, usufruem de uma profundidade que não é ainda possível nesse formato.

"Como sabes, a Nintendo investiu sempre na criação de títulos de alta qualidade que podem ser jogados por vários jogadores na mesma sala. Este tipo de diversão é amplamente evidente em jogos como Super Smash Bros., Mario Kart 7 e The Legend of Zelda: Triforce Heroes."

Em 2016, a Nintendo 3DS terá jogos como Bravely Second, Hyrule Warriors Legends, Dragon Quest VII, Dragon Quest VIII, Yo-Kai Watch, Fire Emblem e outros mais, mostrando grande potencial.

Fonte: Eurogamer

Comentários

11 Dez, 2015 - 16:52

906 Views

Comentários

will6092 06 Jan, 2016 21:35 0

só queria que a Nintendo desse uma moral pro Brasil, uma legendinha as vezes não faria mal a ninguém.