Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Headset - Saiba mais sobre o Sony Pulse Elite 7.1 e veja se ele realmente vale a pena.



É fato que uma boa experiência de áudio é tão importante quanto uma experiência visual. Para exemplificar a importância disto, quem nunca foi ao cinema e ao terminar de assistir aquele filme nunca se arrepiou após tocar aquela música épica que chegou a até te dar vontade de chorar? Isso só é possível porque nos deixamos levar pelos sons que possuem o poder de mexer com as nossas emoções.

Pensando nisto e entendendo a importância do conjunto "áudio - visual", decidi fazer um upgrade no meu equipamento sonoro. Como buscava algo mais "versátil" com a opção de conexão wireless, optei pelo Headset Sony Pulse Elite de 7.1 canais com uma tecnologia nova chamada pela Sony de BassImpact. Saiba do que se trata e se realmente o equipamento vale a pena.

1º - Design e conforto.

Imagem

O fone possui um design interessante de aparência arrojada e de aparente resistência. Embora não seja aquele tipo de fone que você poderá usar ao sair na rua devido ao seu tamanho avantajado, o visual é moderno e agrada. O acabamento é em boa parte em black piano, sua construção é quase toda em plastico ABS o que garante certa durabilidade contra quedas, contudo é necessário ter cautela. Ao posicioná-lo ao ouvido, nota-se que a Sony se preocupou com o conforto. Outros Headsets mais baratos me causavam bastante desconforto com pouco mais de 1h de uso. Embora esse fone não esteja isento disto, o tempo de uso com o equipamento foi muito maior, algo em torno de 2h a 3h de jogatina sem interrupções.

2º - Qualidade sonora.

Imagem

Eu sempre fui bastante exigente quando a coisa é qualidade. Já tenho alguma experiência como músico, trabalhei com sintetizadores e posso dizer que possuo um bom ouvido para avaliar a sonoridade de um equipamento. Neste quesito, o Pulse Elite da Sony é realmente muito, muito bom. Posso dizer que fiquei surpreso pela qualidade x preço. Existem fones muito mais caros do que este sony, como as marcas Sennheiser ou Beats por exemplo. Mesmo assim posso afirmar que não notei distorções ou ruídos que possam comprometer a qualidade sonora deste equipamento. O som é sempre limpo, cristalino e aveludado. Já os graves merecem destaque!

3º - Os graves e a tecnologia BassImpact.

Imagem

Os graves... bem, os graves merecem um parágrafo a parte. São extremamente fieis, possuem uma ótima profundidade e realmente impressionam. A tecnologia BassImpact neste momento faz muita diferença. Esta tecnologia é uma espécie de vibração que só é acionada em determinados momentos, em conjunto com o que ocorre visualmente e sonoramente no momento como explosões em um game ou em batidas e ritmos mais profundos em uma música. A sensação, para se ter uma idéia, é semelhante a ter seu ouvido próximo de um bom alto falante que começa a "tremer" devido as batidas e ritmos de uma música. É uma experiência bem diferente de simplesmente ter um sistema de "rumble" (vibração dos controles) "vibrando" na sua cabeça. Embora seja possível regular diretamente no fone a intensidade do BassImpact, posso dizer que a regulagem padrão encontra-se na medida certa.

Que o BassImpact tem o poder de aumentar consideravelmente a imersão do usuário, disto eu não tenho a menor dúvida! O recurso realmente funciona e faz muita diferença, acredite. Realizei o teste no Battlefield 4, elogiado pela fidelidade sonora, e posso afirmar que o resultado é IM-PRES-SI-O-NAN-TE ! Ouvir o barulho de uma explosão estilhaçando vidraças e arremessando escombros por todos os lados é realmente uma experiência incrível.

The Last of Us é outro game que se torna ainda mais incrível utilizando o periférico. A aflição e o desespero aumentam muito, a premiada trilha sonora do game fica ainda mais espetacular e a imersão torna-se absoluta. Este é um game que eu termine sem o fone e que depois de joga-lo novamente percebi a diferença absurda entre uma experiencia e outra.

O microfone do headset, diferente de vários modelos, fica embutido e nem por isso deixa de ter uma ótima captação. Apesar de parecer estranho já que não o vemos, não notei nenhum problema nas partidas online de Battlefield 4. Sempre fui ouvido sem nenhum problema com o som em uma altura excelente de acordo com o feedback dos jogadores com quem compartilhei algumas partidas.

- PULSE MANAGER

Imagem

A Sony disponibiliza via PS3-PSN um aplicativo chamado Pulse Manager em que você pode acrescentar ou remover alguns presets (modos de som para o BassImpact que pode ser alterado diretamente no fone de ouvido através de um botão) o que é uma adição interessante. Sempre que um game é lançado, é disponibilizado todo o conjunto de tratamento do BassImpact para aquele game específico o que é bem bacana. Infelizmente, até o momento a adição destes modos só é possível via PS3.

4 º - Conexões e bateria.

Imagem

O Pulse Elite possui basicamente 2 tipos de conexão: wireless (por meio do adaptador USB) e o plug "universal" P2. Infelizmente a tecnologia wireless não é Bluetooth impedindo o pareamento do fone por aparelhos celulares. O fone funciona de forma nativa no PS3 através do adaptador USB e pode ser instalado em qualquer PC também de forma plug and play pelo adaptador ou através do plug P2. Já nos celulares a conexão é feita somente através do plug impedindo de usar, com isso, os 5.1 canais nativos ou o 7.1 canais simulados devido as limitações de conexão do cabo. Mesmo assim é possível acionar o BassImpact e a qualidade de som é espetacular. É um periférico bastante versátil funcionando em qualquer aparelho com entrada USB ou plug P2, sendo um dos grandes motivos de ter optado por esse modelo.

A duração da bateria é boa, chegando a 7 horas de uso ininterruptos. Mesmo sem carga, o fone funciona normalmente via conexão por Plug P2 com exceção da função BassImpact que é desativada. Para carregá-lo, basta que seja conectado a porta USB ou a um carregador de celular com porta mini USB (não esqueça de verificar a corrente e a tensão). Após carregado, o led de indicação de conexão de cor vermelha é desligado informando que a carga está totalmente completa, demorando para isso algo em torno de 2 horas.

5º - Vale a pena?

Imagem

É fato que o preço inicialmente assusta. (A versão deste review saiu por R$ 350,00 com frete grátis pelo mercado livre). Entretanto, o susto passa no momento em que o usuário sente a experiencia e confirma a qualidade do produto. Posso afirmar que foi um dos meus melhores investimentos neste ano, senão o melhor. Acredito que mesmo em comparação com os fones mais caros, você não notará uma diferença tão grande que justifique a compra de outro modelo, tornando o Pulse Elite da Sony o melhor custo x benefício quando falamos em Headset wireless. Isto sem mencionar o diferencial da tecnologia BassImpact que realmente funciona e aumenta bem a imersão.

A verdade é que um Headset não é um periférico que precisa ser trocado sempre. Por isso, vale muito a pena a aquisição de um bom equipamento. A qualidade do som realmente impressiona até os mais exigentes e quem atualmente se contenta com o simples som de uma TV ou com pequenas caixas de som conectadas ao PC notará uma enorme evolução e acredite, a diferença é abissal.

PONTOS POSITIVOS

- Bonito com acabamentos em black piano, com design arrojado e microfone embutido.

- Excelente qualidade de som.

- Tecnologia BassImpact é incrível e realmente ajuda a aumentar a imersão.

- Versátil, podendo se conectar a qualquer aparelho com entrada USB ou plug P2.

- Funciona sem bateria via cabo com exceção da função BassImpact.


PONTOS NEGATIVOS

- A conexão wireless somente é possível via adaptador USB e não sincroniza com aparelhos Bluetooth.

- A atualização dos modos do BassImpact só é possível até o momento através de um PS3.

- Cabo de dados e carregador são vendidos separadamente.

Fonte: Tribogamer

Comentários

22 Abr, 2014 - 14:02

12050 Views

Comentários

ogaith 27 Abr, 2014 17:04 1

eu tenho a versao antiga 5.1 e te falo q foi o melhor headset q jah usei

EronL 22 Abr, 2014 23:53 1

Dica: quando for colocar na cabeça, "abri-lo" segurando pelas laterais onde tem os "discos" em prata e não segurar pelas almofadas. Acho q tem menos chances de quebrar onde muitos quebraram. O meu eu faço assim depois q vi muita gente reclamando desse problema.

leosenin 22 Abr, 2014 23:40 0

Himura escreveu:
olodim escreveu:
https://twitter.com/OLODIM/status/458722500478660608



Que estranho. Eu tinha visto algumas fotos na internet deste problema. O meu já tem 1 ano e não há sinal de ruptura em nenhuma das hastes. Pode ser algum problema de lote ou coisa parecida.

Se você for um cara animado, pode consertar usando resina de dentista que o acabamento fica muito bom, mas para isso será preciso desmontar o lado que for mexer.

Eu tenho e mais 2 amigos também, por recomendação minha, comprados em locais bem diferentes, e todos estão com as astes trincadas, o do meu amigo chegou a romper, colei com cola quente ficou uma bosta mas não soltou ainda, o meu eu também reforcei com cola quente internamente, ficou bom mas senti uma perda leve no bass impact.
Ainda recomendo o fone, mas tem de se tomar extremo cuidado, pois os exemplos que dei aconteceram com coisa de 3 meses de uso cuidadoso, pois ele trinca sim e vai quebrar!

Cris RM 22 Abr, 2014 20:53 1

Eu quase comprei um Pulse Elite na época de seu lançamento, só não comprei porque era bem escaço os vendedores que tinham, cancelei 3 compras no mercado livre porque o fone simplesmente não chegava até os revendedores de lá.. fiquei cabreiro e acabei importando um Astro A50 dos states, bem mais caro, mas valeu cada centavo, ainda mais porque não sofri taxação.

Himura 22 Abr, 2014 19:39 0

olodim escreveu:Comprei 1 em nov de 2012, em janeiro desse ano( com 1 ano e 3 meses portanto) quebrou uma das astes e NÃO TEM CONSERTO. Tentei entrar em contato com a sony e recebi um email padrão que não ajudou em nada. Nunca emrpestei,(só eu uso), nunca derrubei e principalmente sempre tive o cuidado de não forçar ao abri-lo. Não comprem.
https://twitter.com/OLODIM/status/458722500478660608



Que estranho. Eu tinha visto algumas fotos na internet deste problema. O meu já tem 1 ano e não há sinal de ruptura em nenhuma das hastes. Pode ser algum problema de lote ou coisa parecida.

Se você for um cara animado, pode consertar usando resina de dentista que o acabamento fica muito bom, mas para isso será preciso desmontar o lado que for mexer.

olodim 22 Abr, 2014 18:42 1

Comprei 1 em nov de 2012, em janeiro desse ano( com 1 ano e 3 meses portanto) quebrou uma das astes e NÃO TEM CONSERTO. Tentei entrar em contato com a sony e recebi um email padrão que não ajudou em nada. Nunca emrpestei,(só eu uso), nunca derrubei e principalmente sempre tive o cuidado de não forçar ao abri-lo. Não comprem.
https://twitter.com/OLODIM/status/458722500478660608

Arthortem 22 Abr, 2014 17:10 1

Quando eu fui em uma loja de info. o cara me mostrou ele e estava custando uns R$300 na época(2 anos atrás). xD

lemaofarinha 22 Abr, 2014 16:01 1

Gostei e me convenceu, mas a verdade, que em Qualidade. Sony sempre leva vantagem, celulares, Fones, PSP (adorei quando tinha). Tudo é feito com um cuidado especial pela empresa. Esse fone não poderia ser diferente....E gostei da matéria...to indo pegar o meu agora.

jhum 22 Abr, 2014 15:44 3

Muto legal. Pena q não posso gastar uma grana dessas em um headset. :/

lucashubner 22 Abr, 2014 15:27 1

Joinha! Joinha!