Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Rumor: Proteção anti-pirataria de Assassin’s Creed Origins no PC causa uso adicional de 30-40% na CPU

No Steam, há jogadores reclamando que Assassin’s Creed Origins está utilizando 100% da CPU a praticamente todo o instante, e a razão para isso pode ter sido descoberta.

Segundo um grupo de crackers chamado Revolt, o jogo da Ubisoft faz uso não apenas da proteção anti-pirataria Denuvo, mas também de outra coisa chamada VMProtect, colocada para dificultar ainda mais o destravamento do game.

Para a desenvolvedora francesa isso é ótimo, só que o pessoal do Revolt alegou que essa implementação adiciona 30-40% a mais de uso na CPU, prejudicando a performance.

Por não termos como testar se realmente Denuvo+VMProtect está causando esse uso anormal da CPU em Assassin’s Creed Origins, essa informação deve ser encarada como um rumor. Além disso, mesmo se o jogo for eventualmente crackeado, os recursos anti-pirataria continuarão ativos, pois o que o crack faz é simplesmente driblar essa proteção, e não removê-la.

O único modo mesmo de termos certeza de que isso é verdade, é se a Ubisoft confirmar ou se ela retirar o Denuvo por completo do jogo.

Fonte: Gamehall/Uol

Comentários

30 Out, 2017 - 13:35

5153 Views

Comentários