Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

The Witcher Remake eliminará partes do original que estão "desatualizadas" e são "ruins"

O primeiro jogo da série "The Witcher", lançado em outubro de 2007, é frequentemente visto como o menos atraente da franquia devido a gráficos e design que não envelheceram bem. A Fool's Theory, responsável pelo remake, promete uma grande reformulação, removendo tudo o que for considerado obsoleto ou enfadonho. Jakub Rokosz, CEO da Fool's Theory, mencionou em uma entrevista ao Games Radar que o jogo original está sendo completamente analisado para determinar quais elementos devem ser mantidos ou descartados.

Mudanças no Gameplay e Elementos Controversos

O remake de "The Witcher" não se limitará a atualizações visuais, mas também trará mudanças significativas no gameplay. A equipe da Fool’s Theory, composta por veteranos que trabalharam nos capítulos posteriores da série, planeja reformular o sistema de combate, tornando-o mais alinhado com os jogos subsequentes. Além disso, é provável que o remake não inclua a coleção de cartas de Geralt, que apresentava personagens em poses sugestivas, um aspecto controverso do jogo original. A sessão do pântano e o ritmo da progressão da história também estão entre os elementos que podem ser ajustados.

Expectativas para o Lançamento e Tecnologia Envolvida

Embora o anúncio do remake tenha sido feito em 2022, detalhes específicos sobre o que será incluído ainda são escassos. O que se sabe é que o jogo está sendo desenvolvido na Unreal Engine 5, prometendo uma experiência de mundo aberto mais moderna. A expectativa é que o lançamento do remake ocorra somente após a estreia do quarto título da franquia, cujo desenvolvimento está previsto para avançar este ano.



Comentários

31 Jan, 2024 - 12:32

Comentários

Notícias