Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Nvidia afirma que limitador de hash das RTX 3060 não pode ser desativado

A Nvidia afirmou que o limitador de desempenho para mineração, que virá implementado via software nas novas RTX 3060 12GB, não poderá ser contornado ou desativado devido um protocolo seguro de handshake entre software e hardware.

Ainda que a dificuldade de acesso a novas placas de vídeo atualmente seja consequência em grande parte à produção de peças limitada, entre outros motivos, por conta do acesso a matéria prima, outro fator que pesa demais nessa conta entre oferta e demanda é a questão das fazendas de mineração de criptomoedas

Donos dessas operações, de maneira geral, dispõe de muito mais recursos financeiros para adquirir novas placas de vídeo em grandes volumes e dentro de uma janela muito menor de tempo, esgotando rapidamente os estoques e deixando os consumidores comuns a mercê de outro fruto indesejado dessa relação incompatível de entre oferta e demanda, os scalpers, com suas práticas de preços extremamente elevados.

Pensando em lidar ao menos com uma das variáveis nessa equação, a Nvidia implementou um limitador de desempenho nos modelos RTX 3060 12GB, que minaria bruscamente a eficiência dessas placas em operações de mineração de Ethereum.

A preocupação, contudo, era sobre quão eficiente esse sistema seria, uma vez que mais de uma vez usuários já conseguiram modificar BIOS de GPUs para alcançar desempenho de placas superiores, ou até utilizar mais VRAM quando a memória estaria disponível, mas limitadas por configurações na BIOS e outros limitadores, como foi o caso de algumas Radeon RX480 de 4GB.



Em declaração à PC Gamer, o porta voz da Nvidia afirmou acreditar que "Usuários finais não conseguirão remover limitador de hash dos drivers. Existe um handshake seguro entre o drivers, o silício da [b]RTX 3060, e a BIOS, que impede a remoção do limitador de hash[/b]." A função hash é um algoritmo computacional que mapeia dados de comprimento variável para dados de comprimento fixo, e é responsável pelos cálculos de somatória essenciais para mineração de criptomoedas como Ethereum, que figura entre as mais visadas no momento.

Imagem

Por ser a principal operação que permite mineração de Ethereum, o limitador da Nvidia voltado especificamente para as operações hash nas placas RTX 3060 é ativado assim que a GPU detecta operações específicas desse algoritmo de mineração, reduzindo o desempenho das hashes pela metade

A medida, que virá implementada apenas nos modelos RTX 3060 disponibilizados no mercado a partir de 25 de fevereiro e não afetará o desempenho das GPU que já estão circulando, é uma das inciativas da Nvidia para reduzir o impacto da mineração no acesso de suas GPUs ao consumidor final, tendo também lançado GPUs focadas exclusivamente para a mineração.

Imagem

A escolha dos modelos RTX 3060 12GB especificamente é claramente um indicativo de que este é o principal modelo custo benefício para o gamer padrão e, justamente por essa relação, fatalmente atrairia a atenção dos mineradores que agora serão levados a buscar modelos superiores, e por consequência mais caros, ou as GPUs dedicadas para essa função, que por atender diretamente este nicho de mercado terão preços regulados por uma relação de oferta e demanda independente do mercado de GPUs para jogos.

Fonte: PC Gamer

Fonte: Adrenaline

Comentários

22 Fev, 2021 - 12:34

359 Views

Comentários

Notícias