Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Hackers chantageiam usuários ao trancar cintos de castidade via internet

O site Vice, por meio da editoria Motherboard, publicou nesta segunda (11) uma matéria que - de forma um tanto... esotérica - mostra os vários riscos da tal Internet das Coisas: hackers se aproveitaram de vulnerabilidades para invadir o sistema de Cellmate, um cinto de castidade controlado via a rede, chantageando usuários para destrancá-los.

Em outubro, um grupo de pesquisadores de segurança descobriu uma vulnerabilidade no aparelho controlado pela internet - popular na comunidade BDSM -, permitindo acesso ao aplicativo por figuras maliciosas.

E, de acordo com diversas fontes da reportagem, foi exatamente isso que aconteceu.

"Seu pau é meu agora", dizia uma mensagem de um hacker em uma foto enviada por um pesquisador de segurança conhecido apenas como Smelly, fundador da organização vx-underground.

Uma vítima de chantagem entrevistada disse que o hacker pediu por 0,02 BitCoin (cerca de R$ 3.473,35) para destrancar o dispositivo. Por sorte, ele não usava o cinto de castidade no momento da invasão.

"Eu não era mais o dono da tranca, por isso eu não tinha controle completo dela em nenhum momento", declara outro indivíduo afetado, que também recebeu uma mensagem pedindo por dinheiro para o desbloqueio.

"Quase qualquer companhia e produto vai ter algum tipo de vulnerabilidade em seu tempo de vida. Talvez não tão ruim quanto essa, mas algo", explicou Alex Lomas, pesquisador que fez auditoria do Cellmate. "É importante que todas as companhias tenham uma forma de contato com pesquisadores, e que mantenham comunicação com eles."

A empresa fabricante do Cellmate, a chinesa Qiui, não se pronunciou sobre a vulnerabilidade do sistema.

Sendo assim, é importante lembrar que embora algo seja capaz de se conectar à internet, ele não precisa necessariamente se conectar à internet.

Fonte: Theenemy

Comentários

12 Jan, 2021 - 11:31

625 Views

Comentários