Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Cinco jogos que merecem uma segunda chance

Enquanto o calendário de lançamentos dá uma esfriada às vésperas da E3, que tal rever aquele backlog de games que você nunca jogou direito?

Seja porque os jogos estivessem cheios de problemas técnicos, ou simplesmente porque você não teve tempo ou dinheiro para investir durante o lançamento, nunca é tarde para retomar. Abaixo confira cinco jogos que mudaram bastante desde que foram lançados, e merecem uma segunda chance.

No Man's Sky (2016)

Imagem

"No Man's Sky" prometia muito desde que foi revelado, mas acabou decepcionando geral em seu lançamento. O jogo tinha diversos problemas técnicos e de desempenho, além de não ter entregado aquela experiência "mágica" tão prometida. O estúdio Hello Games levou muito a sério as reclamações e trabalhou para transformar sua criação em algo melhor. Agora, quase três anos após o lançamento, o jogo de exploração espacial está muito diferente do que era, graças a uma vasta quantidade de atualizações.

Destiny 2 (2017)

Imagem

Em seu lançamento, "Destiny 2" não agradou os fãs, recebendo críticas de ter regredido em alguns pontos em relação ao jogo anterior. Felizmente, da mesma forma que a expansão "O Rei dos Possuídos" melhorou drasticamente o jogo original, a expansão "Renegados" turbinou o segundo game, dando aos jogadores a experiência que tinham pedido desde o começo.

Assassin's Creed Rogue (2014)

Imagem

A Ubisoft foi muito infeliz: lançou "Rogue" somente para videogames da geração passada numa época em que "Assassin's Creed Unity" estava chegando para os consoles atuais. Isso fez com que muita gente sequer olhasse para "Assassin's Creed Rogue", o que é uma pena. Agora que ele foi remasterizado, chegou a hora de você dar uma segunda chance, pois é um dos melhores títulos da série. "Rogue" apresenta a história de um Assassino que decidiu se tornar um Templário, e conta com algumas das missões mais bem elaboradas da franquia.

Final Fantasy XV (2016)

Imagem

"Final Fantasy XV" dividiu os fãs: apesar de ter agradado muitos jogadores no lançamento, decepcionou outra parcela da comunidade, principalmente porque, em certo momento, o jogo trocava seu ótimo mundo aberto por uma experiência linear menos interessante. Hoje, após uma considerável quantidade de atualizações e DLCs, "FF XV" ainda está longe de ser perfeito, mas sem dúvidas é um produto muitíssimo melhor do que aquele de 2016.

A jogabilidade recebeu várias mudanças, melhorando o combate e a exploração. A progressão do jogo também ganhou algumas novidades, justamente na parte linear, que era onde as mudanças precisavam acontecer.

The Witcher 3: Wild Hunt (2015)

Imagem

Você deve estar se perguntando o que um dos melhores jogos da geração está fazendo nessa lista. Embora a maior parte dos jogadores tenha se apaixonado de imediato pelo magnifico trabalho da CD Projekt, existem exceções: jogadores que não se deram bem com "The Witcher 3".

Se você está nesse grupo de indivíduos, saiba que ao longo de vários meses após ter sido lançado, o game recebeu uma vasta quantidade de melhorias, incluindo o conserto de uma infinidade de bugs, otimização da performance e até mesmo alterações na jogabilidade que deixaram o combate mais dinâmico.

"The Witcher 3" tem uma das experiências mais completas e imersivas já vistas em um game, valendo cada centavo do seu suado dinheiro. Com as expansões inclusas na edição de Jogo do Ano, você tem ainda mais histórias curiosas e dezenas de horas de aventura.

Fonte: Jogos/Uol

Comentários

05 Jun, 2019 - 16:29

2037 Views

Comentários