Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Opinião: Metal Gear Solid 6 ou Remake? O que a Konami deve fazer com a saga

Metal Gear Solid está nas mãos da Konami, mas o que ela realmente deveria fazer com a saga?

Metal Gear Survive foi um fracasso. Não há formas de defender aquilo que a Konami trouxe com a franquia, e nem mesmo Phantom Pain caiu no gosto do público. Com isso, imaginamos o que a empresa pode fazer com a franquia, e o que seria melhor: continuar, ou retroceder?

As dificuldades de uma possível sequência

Imagem

Tendo em vista que Kojima fez questão de "amarrar as pontas soltas" em Phantom Pain, o que a Konami poderia fazer para continuar a história?

Sua única saída, explorar outros personagens e seu envolvimento na trama. Infelizmente isso se tornaria motivo para criticarem ainda mais a reciclagem de conteúdo da saga.

Contudo, existem alguns personagens icônicos que poderiam receber um background melhor na história. Fora Solid e Liquid Snake, o universo de Metal Gear é rico em termos de eventos. Há registros nos jogos antigos que poderiam ser explorados futuramente. Isso também poderia dar abertura para seguir a franquia, assumindo a história com novos protagonistas e antagonistas.

Imagem

O histórico da indústria também nos mostram que explorar a origem de vilões também costuma funcionar.

O remake pode ser o melhor caminho… Se bem feito

Outro gancho para a continuidade da série Metal Gear seria refazê-la. Com Snake ou não como protagonista, mudar o rumo da franquia e trazê-la de volta em um formato mais linear poderia significar a salvação do título.

Querendo ou não, Hideo Kojima deixou como legado boas formas de se trabalhar com Metal Gear. Contudo, em Phantom Pain, o jogo se perdeu em sua própria essência, se tornando confuso, repetitivo e até mesmo entediante em alguns momentos. Complicado demais para novos jogadores e estranho demais para os fãs da franquia. Uma péssima combinação.

Particularmente, considero Snake Eater e Guns of the Patriots os dois melhores títulos da saga. Talvez retornar o teor de tais jogos para a franquia seja o melhor caminho, em vista do que pode ser uma nova saga por completo.

Imagem

A melhor maneira seria aprender com a Capcom

A Konami está caminhando de forma similar à trajetória da Capcom seguiu nos últimos anos, antes de Resident Evil 7. Ambas compartilham uma certa similaridade na forma como suas maiores franquias viviam de spin-offs, e ao mesmo tempo, seu conceito com os fãs caía cada vez mais. Foi através do investimento nas série Revelations que a empresa começou a se encontrar. Posteriormente, Resident Evil 7 serviria para "retomar as raízes" da franquia, e funcionou muito bem com a nova proposta.

Não digo para transformar Metal Gear em um FPS ou mudar drasticamente o estilo de jogo, mas sim, para a Konami observar o passado da franquia e o que fez com que ela se tornasse tamanho sucesso.

Imagem

Hoje em dia a Capcom promete três grandes lançamentos por ano fiscal, e está investindo em peso em franquias há muito esquecidas. Dado o fato de que a situação da Konami se assemelha à de sua concorrente, talvez tomar o mesmo caminho seja uma forma de "absolvição dos pecados".

Em todo caso, como fã de Metal Gear, peço encarecidamente que não seja anunciado algo como Survive novamente. Mesmo que a ideia pareça boa no papel.

Fonte: Comboinfinito

Comentários

27 Nov, 2018 - 23:22

972 Views

Comentários

Notícias