A Capcom estava preocupada com as reacções a Resident Evil 2 - Tribo Gamer
Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

A Capcom estava preocupada com as reacções a Resident Evil 2

Resident Evil 2 foi aclamado como um dos melhores jogos da E3 2018 e deixou os fãs a suspirar por janeiro de 2019, mas antes de assistir às reações, antes do evento, a Capcom estava receosa.

Stuart Turner e Antoine Molant da Capcom falaram sobre as reacções que o jogo teve no evento em Los Angeles e como a companhia estava com medo que o jogo não fosse bem aceito pelos fãs de longa data.

Em conversa com o GamesIndustry, Turner e Molant falaram sobre como Resident Evil 2 (remake) seguiu o exemplo de Resident Evil 4 e não propriamente o do original.

"Tivemos discussões sobre se conseguiríamos criar um jogo que era tudo para todos. Para os que gostam de controlos tanque e querem câmeras fixas... conseguimos fazer isso?"

A questão apresentada por Turner é um exemplo das dúvidas que surgiram na Capcom na hora de planejar o jogo e sobre como tentaram diferentes mecânicas, mas acabaram por optar pelo resultado apresentado.

"O mundo evoluiu e estes jogadores mudaram. E se introduzisse-mos mecânicas da velha guarda, esses fãs podiam jogá-lo e até decidir que não é bem o que queriam. Mas testamos algumas coisas durante o desenvolvimento. Tentamos a primeira pessoa, tentamos a câmera fixa. Mas da forma que o jogo foi desenhado, decidimos que a perspectiva na terceira pessoa funciona melhor."

Ainda assim, mesmo sabendo que as suas decisões foram tomadas a pensar no que é melhor para Resident Evil 2, a Capcom estava repleta de dúvidas sobre o que iriam dizer os jogadores na E3.





"Provavelmente foi a maior preocupação ou dúvida que tínhamos. Sabíamos que existiam expectativas em torno do jogo e sabíamos que tinha bom aspecto e seria um bom jogo," disse Molant.

"Mas em torno do ponto dos controles tanque e câmeras fixas, estávamos preocupados que os fãs ficassem divididos. Mas, apesar de inicialmente terem surgido algumas vozes de descontentamento, a reação foi espantosamente positiva."

"Internamente, estávamos divididos sobre quem se interessaria por RE2. Em RE7 fizemos isso com a coisa da primeira pessoa e com RE2 fizemos isso que está fantástico, mas também é uma espécie de passo atrás. Em resposta a isso, as pré-encomendas que já vimos... ficamos um pouco surpreendidos com o quão bem correu," acrescentou Turner.

Fonte: Eurogamer

Comentários

06 Ago, 2018 - 19:21

814 Views

Comentários

Notícias