Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

10 monstros assustadores que vêm de filmes ruins!

Ah, o cinema trash... 

Monstros e criaturas assombradas sempre foram uma parte muito importante da cultura de filmes de horror, com grandes vilões surgindo em franquias importantes, como Sexta-Feira 13, A Hora do Pesadelo, O Exorcista Halloween. No entanto, há muitos filmes de terror que nós amamos, sem dúvida alguma, mas cuja crítica faz questão de chutar igual um cachorro morto.

Ainda assim, esses filmes nos apresentam inimigos assustadores e tenebrosos. Podemos nem ter medo dos filmes onde eles estão, mas certamente morremos de aflição só de imaginar esses seres disformes e malignos. E, pensando nisso, decidi explorar os dez grandes monstros do cinema de horror que não saíram de filmes ou franquias "boas". 

Créditos: Divulgação

Imagem

Os Onryō

Transcrever o cinema asiático para os Estados Unidos (principalmente quando se trata de filmes de terror) nunca é uma tarefa fácil. E se alguns remakes americanos deram certo, como o primeiro filme d'O Chamado, o mesmo não pode ser dito sobre O Grito. Mas isso não muda o fato de que até hoje morremos de medo dos fantasmas da família Saeki.

Depois que Takeo Saeki assassina brutalmente sua esposa e seu filho, os dois retornam dos mortos como espíritos vingativos, dispostos a causarem destruição e caos por onde passam, enquanto buscam uma forma de se libertarem de sua maldição. O remake americano de O Grito pode até ter sido ruim, mas isso não muda o fato de que perdemos noites de sono por causa dos Onryō.

Imagem

Chucky

Sei que provavelmente serei morto e esquartejado por isso, mas verdade seja dita: a franquia do Brinquedo Assassino nunca foi boa. São filmes divertidos, engraçados - por todos os motivos errados - e que resgatam uma nostalgia perdida. Mas como filmes, eles nunca foram nada instigantes. Contudo, Chucky me aterroriza até hoje.

Seja por suas ações macabras e assustadoras, ou seu visual, que passou de um brinquedo fofo e simples para um sádico com a face triturada, o boneco sempre foi motivo de terror, e muitos compartilham disso... afinal de contas, quem nunca jura que viu um boneco seu se mexendo sozinho quando era criança?

Imagem

O Povo da Montanha

Outra franquia trash que sobreviveu e procriou duas vezes (na forma de Quadrilha dos Sádicos, de 1977 e Viagem Maldita, de 2006), a história pode não ser tão boa e cair em todos os clichês de "viagem dá errado e todos os participantes acabam sendo brutalmente torturados e assassinados". Mas esses filmes despertam um medo subconsciente muito maior.

Os Mutantes - também conhecidos como Povo da Montanha - são um grupo de pessoas completamente deformadas, por conta de experimentos e cruzamento inter-familiar, que sequestram e assassinam todos os viajantes perdidos que cruzam caminhos com eles. Se O Massacre da Serra Elétrica já nos fazia ter medo de viajar por estradas desertas, esses filmes conseguem nos deixar verdadeiramente traumatizados.

Imagem

Anaconda

Não há um gênero de horror trash que seja mais explorado que "bichos anormalmente gigantescos e letais". Todos os anos, canais de TV lançam centenas de filmes dessa temática, cada um com orçamento mais limitado que o anterior, e enquanto a maior parte desses nos fazem rir descontroladamente, outros realmente nos dão uma aflição inexplicável.

E a franquia Anaconda é uma dessas. Os dois primeiros filmes (que apesar de ruins, eram bem mais divertidos e tinham mais orçamento) nos apresenta uma serpente tão gigantesca e apavorante que fez muitos desenvolverem ofidiofobia sem nem mesmo termos visto uma cobra ao vivo.

Imagem

Leprechaun

Temos aqui um caso curioso, justamente pelo fato de que nós nunca imaginaríamos que teríamos medo de um duende da sorte irlandês. Depois que um rapaz rouba o pote de ouro de um Leprechaun, a criatura vai atrás dele e busca seu tesouro da forma mais assustadora e violenta o possível, enquanto faz piadinhas de humor negro terrível e não poupa ninguém na sua frente.

Leprechaun é uma franquia tão ruim, mas tão ruim que eles conseguem fazer de tudo imaginável e inimaginável com o personagem. Ele já até foi para o espaço para matar suas vítimas, e por mais que nós muitas vezes fiquemos rindo dos efeitos ou da maquiagem capenga do vilão, não podemos deixar de ter um pouquinho de medo.

Imagem

Wishmaster

Possivelmente a criatura com o visual mais assustador dessa lista, o monstro de O Mestre dos Desejos não passa de um djinn, uma gênio da cultura oriental, capaz de realizar desejos e sonhos, mas a um custo tenebroso. Ele consegue se libertar de sua prisão ancestral e vêm à Terra, onde inicia seu plano para dominar o mundo.

A franquia do Wishmaster teve diversos filmes, um pior que o outro, e todos ferrando ainda mais a reputação do monstro. Mas apenas por seu design e por seu propósito sombrio - além da forma como ataca suas vítimas - tínhamos aqui um monstro icônico, e que ainda tem sua legião cult de seguidores.

Imagem

A Fada do Dente

Há algo de sobrenatural e assustador em contos de fadas recontados como histórias de terror. E No Cair da Noite tenta fazer isso ao apresentar uma versão hedionda da Fada do Dente. Aqui, seguimos a história de uma mulher que jura vingança após ser injustamente linchada pela população de sua cidade. Ela retorna como um espírito terrível, assassinando todos que a veem.

A história é ruim e dá muitos rodopios desnecessários, sem contar a má qualidade dos efeitos visuais e das atuações presentes. Ainda assim, No Cair da Noite é um filme que realmente marcou pela sua representação da criatura, e que, para o bem da sanidade mental de crianças e adolescente, é melhor não ser visto até que todos percam seu último dente de leite.

Imagem

Pumpkinhead

Apesar de não ser nem um pouco memorável, A Vingança do Diabo é um filme que gerou toda uma repercussão cult, trazendo a tona diversas continuações e até mesmo um vindouro reboot. E por mais trash que seja, os filmes fizeram um trabalho excelente ao nos apresentar o Pumpkinhead.

Trata-se de uma criatura disforme e assustadora, conjurado quando um pai torturado pela morte de seu único filho busca ajuda de uma bruxa para conseguir vingança contra os responsáveis. O ser é trazido das profundezas, e parte em uma onda mortífera de assassinatos, enquanto incorpora o que há de pior na natureza humana. Particularmente falando, é um dos meus favoritos nessa lista.

Imagem

Nemesis

Todos nós sabemos que a franquia Resident Evil estava condenada nos cinemas desde seu início, quando decidiram dar foco para uma personagem completamente aleatória em vez de seguir fielmente a história dos games. E embora tenha sua parcela considerável de fãs, todos percebem a decaída significativa que a série de filmes dá ao longo do tempo.

Mas ao menos em uma coisa eles acertaram em cheio na adaptação dos jogos (ao menos no início), e trata-se de Nemesis, que apareceu pela primeira vez no segundo filme da franquia, ele é um Tyrant infectado por um parasita capaz de aumentar a inteligência do indivíduo. E, assim como no game, ele nos causou sustos impactantes e realmente serviu ao seu propósito na história, por pior que ela fosse.

Imagem

O Creeper

No topo de nossa lista, não podia faltar um clássico do horror trash de nossa geração: a franquia Olhos Famintos, que apresenta o tenebroso Creeper, um vilão sádico e cruel que desperta durante vinte e três dias a cada vinte três anos, e em seu furgão letal, parte em busca de vítimas para poderes manter sua carne sempre nova e pura.

Tudo sobre o Creeper é digno de risos: seu cabelo branco, seus shurikens feitos com ossos e o fato dele dirigir um furgão assassino. Ainda assim, há algo no personagem que realmente nos deixa arrepiados dos pés à cabeça - especialmente se considerarmos que ele foi baseado em lendas urbanas "reais" dos EUA. Por isso, muito cuidado quando ouvir, baixinho, o toque de Jeepers Creepers, pois ele pode estar atrás de você...

Fonte: Legiaodosherois/Uol

Comentários

11 Fev, 2018 - 19:09

2123 Views

Comentários

Notícias