Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Ex-produtor da Bioware diz que a Electronic Arts só quer saber de dinheiro

" Eles (Electronic Arts) não se importam com o que os jogadores querem, eles ligam para o que os jogadores pagam "

A Electronic Arts foi alvo de muitas críticas recentemente após anunciar o fechamento da Visceral Games, produtora de jogos como Dead Space e Battefield Hardline, após mudar o desenvolvimento do novo Star Wars, se tornando um jogo cooperativo em mundo aberto, acabando com qualquer esforço da EA em investir em grandes campanhas single player. O motivo disso tudo?

Manveer Heir, ex-produtor da Bioware e que trabalhou no estúdio durante sete anos, tendo participado no desenvolvimento de jogos como Mass Effect 3 e Mass Effect Andromeda, comentou o assunto em um podcast exibido pela Eurogamer. Ele acusou a EA de se preocupar apenas em aumentar e manipular o desenvolvimento dos jogos, e que o que dita o rumo da produção de games é o quanto de retorno eles darão.

Heir falou sobre como a EA encara a monetização dos jogos. Ele explica que preferem títulos com mundos abertos ou multiplayer porque são mais lucrativos. Heir comentou:

Citação: "É definitivamente algo comum na EA, eles geralmente forçam mais os jogos com mundos mais abertos. E o motivo é que você pode monetizá-los melhor. As palavras usadas lá dentro são: ‘faça com que eles voltem de novo e de novo’. Por que você se importa com isso na EA? A razão são microtransações, como comprar pacotes de cartas nos jogos de Mass Effect, o multiplayer. É a mesma razão para termos adicionado pacotes de cartas em Mass Effect 3: como você faz as pessoas continuarem voltando para algo em vez de ‘só’ jogarem por 60 ou 100 horas?"


É o fim dos jogos lineares?

De acordo com Heir, é improvável que possamos ver títulos lineares no futuro:

Citação: "O problema é que estabelecemos o orçamento acima de US$ 100 milhões e não criamos um espaço para bons jogos single-player lineares que ficam abaixo disso. Mas por que não podemos ter ambos? Por que precisa ser um ou outro? O motivo é que a EA e essas grandes publicadoras em geral apenas se importam com o maior retorno de investimento. Eles não se importam com o que os jogadores querem, eles ligam para o que os jogadores pagam. Você precisa entender a quantidade de dinheiro que está em jogo com microtransações."


Heir deu o exemplo de microtransações no multiplayer Mass Effect 3, que ganhou tanto dinheiro que a EA decidiu ter um modo multiplayer semelhante em Dragon Age: Inquisition e, claro, em Andromeda:

Citação: Esse é o motivo para que outros produtos da EA começassem a ganhar um multiplayer que nunca tiveram, porque nós fomos bem e conseguimos muito dinheiro. É a renda contínua contra a renda única. Eu vi pessoas literalmente gastarem US$ 15 mil em cartas no multiplayer de Mass Effect.


O próximo jogo da EA, Star Wars Battlefront II, foi criticado durante a fase beta por seu sistema de microtransações. Em entrevista para o Gamespot, a publicadora garantiu que o modelo será diferente do que será visto na versão final do jogo. No entanto a EA não entrou em nenhum detalhe.

Heir optou por sair da Bioware para criar o seu próprio estúdio. Neste momento, ele está juntando fundos para criar o seu primeiro projeto.

Fonte: Comboinfinito

Comentários

25 Out, 2017 - 20:21

868 Views

Comentários

Notícias