Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Steam vai reformular sistema de troca de cartas devido aos "jogos falsos"

Remover o incentivo econômico que está na raíz do problema.

A Valve vai introduzir grandes alterações ao sistema de troca de cartas da plataforma, de forma a prevenir os exploits provenientes de jogos falsos.

Uma publicação no blog do Steam refere-se ao problemas com as trocas de cartas, no qual jogos falsos estavam sendo criados para gerar cartas que poderiam, depois, ser trocadas no mercado em troca de lucro fácil.

O processo chega por forma de um sistema criado pelo Steam para os produtores, que lhes permite gerar milhares de chaves para os seus jogos. Isto torna-se um problema quando produtores falsos fazem isto para jogos fraudulentos, recorrendo depois a bots para que os jogos corram em idle e colecionem cartas para troca.

Imagem


O Steam afirma que o lado lucrativo do exploit é apenas parte do problema, uma vez que os bots podem, potencialmente, ter um impacto sério no algoritmo da Steam Store. Ter um jogo falso sendo jogado por muitos bots significa que o algoritmo corre o risco de o confundir com um título popular, e pode começar a sugeri-lo aos jogadores reais.

Em vez de remover a capacidade dos produtores legítimos para gerar códigos, o Steam optou por disponibilizar apenas as cartas assim que o jogo atinja uma determinada métrica de confiança. Isto quer dizer que, até que os jogadores genuínos tenham comprado e jogado um jogo, não serão obtidas cartas para esse jogo. No entanto, assim que o jogo atinja essa métrica de confiança, as cartas ficarão disponíveis e serão retro-pagas a qualquer um que tenha jogado anteriormente.

O Steam espera que reduza não só os ganhos financeiros de lançamentos falsos no Steam, mas também melhore a qualidade dos dados recolhidos e usados pelos seus algoritmos.

O anúncio recente da Valve, que envolve o fim do programa Greenlight em favor de um programa pago chamado Steam Direct, também deverá assistir na diminuição dos jogos falsos.

Fonte: Pt/Ign

Comentários

17 Mai, 2017 - 13:10

2466 Views

Comentários

Notícias