Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Os 10 momentos mais felizes de Game of Thrones

Alguns momentos em que a série nos fez chorar... de alegria


Atenção: spoilers de Game of Thrones abaixo! Não leia se não terminou de assistir à sexta temporada.

Imagem

Jon voltou à vida, Sansa e Jon se reencontraram após ficarem anos separados, o Cão também reapareceu, sendo que tínhamos certeza que ele havia morrido. Parece que essa temporada de Game of Thrones está (finalmente) nos levando para a luz -- não confundam com o Deus da Luz, tá? Seja coincidência ou não, agora que o seriado está se aproximando do livro, ou como gostamos de dizer, "da arte de George R. R. Martin que cruelmente nos incentiva a ter esperanças", notamos que existem alguns... Momentos felizes?

Sim, sabemos que isso é estranho. Fica até parecendo que não é Game of Thrones. Obviamente, esses eventos podem nos levar a um final da temporada surpreendente, mas por enquanto nós podemos tentar nos esquecer das tragédias e traumas semanais. Então leia abaixo os 10 momentos mais alegres na série:

Luzes do Norte

Imagem

Pode não ter sido o emocionante reencontro entre Sansa e Arya, mas nesse ponto da história, nós gostaríamos de ver qualquer Stark cruzando caminhos com outro Stark. Até mesmo meio-irmãos -- que, no caso, não pode usar o nome Stark -- que nem chegaram a contracenar juntos antes, como foi o caso de Sansa e Jon. Esses dois nunca trocaram sequer uma palavra nas telinhas até esse momento, e mesmo assim, foi maravilhoso vê-los reunidos.

Snow Patrol -- não a banda, a ajuda

Imagem

Sansa cometeu o gigante erro de recusar a ajuda de Brienne quando ela ofereceu sua proteção formidável e essa escolha -- e com o auxílio repugnante de Mindinho -- levou a Stark a um cenário horrendo nas mãos de Ramsay. Ele não cometeria o mesmo erro novamente, então quando Brienne a salvou dos soldados dos Bolton, que deveriam levar Sansa de volta para Winterfell, as promessas mais delicadas e incrível do seriado foram trocadas. Isso sem contar o olhar de orgulho no rosto de Brienne após o discurso inseguro e um tanto gago de Sansa, que foi um ponto altíssimo no quesito "alegria".

Sam, o Quebrador de Votos (ainda bem!)

Imagem

São poucas as vezes que o público aprova votos quebrados em Game of Thrones, mas quando Sam quebrou sua promessa de ficar na Patrulha da Noite na quinta temporada e teve relações sexuais com a Gilly (ou, mais precisamente, ela que teve relações com ele), quase não conseguimos conter a emoção (no bom sentido, é claro). Além disso, que tipo de homem seria Sam se ele não tivesse tomado essa decisão? Ele apenas decidiu salvar Gilly dos possíveis assédios sexuais que ela sofreria dos próprios "irmãos" da Patrulha.

A voz do povo

Imagem

Claro, o tempo de Jon como Comandante da Patrulha da Noite foi curto e foi o motivo por que ele acabaria sendo traído e assassinado pelos próprios irmãos, mas o momento em que ele venceu a votação para ocupar esse posto foi fenomenal. Isso teve ainda mais significativo porque quem deu a palavra final foi o Maester Aemon, um homem que abriu mão do Trono de Ferro para poder estudar mais.

Momento pai e filha

Imagem

Essa cena tem um quê de agridoce -- é um momento de alegria, seguido por uma tragédia sem igual com a morte de Myrcella. Porém, esse breve contato com Jaime foi um momento que aqueceu nossos corações na quinta temporada. "Eu estou feliz que você é meu pai", ela disse, após ele tropeçar nas próprias palavras para contar a verdade para a filha sobre a família Lannister. Um momento tocante, seguido por uma tragédia -- algo bem típico da franquia sádica de George R. R. Martin, não?

Um cavalheiro que ajuda um anão

Imagem

Apesar de sabermos que seria o fim "de explodir cabeças" de Oberyn Martell, a cena em que ele visita Tyrion no calabouço e disse que seria o lutador do anão no julgamento por combate foi, de longe, um dos momentos que encheu nosso coração de alegria. "Finalmente, alguém que vai se vingar dos Lannisters", pensamos nós, pobres mortais. O seriado ainda fez uma pausa e não prosseguiu com a série na semana seguinte, deixando os fãs na expectativas por duas semanas antes de mostrar a luta entre Oberyn e o Montanha.

Até que...

Romance selvagem

Imagem

Não vamos entrar no assunto da morte de Ygritte, ok? Vamos continuar falando sobre o momento em que a selvagem e Jon escalaram a Muralha e se olharam no topo da estrutura de gelo. Foi um dos momentos mais românticos da série e ainda abriu espaço para que fãs gritassem "se peguem, por favor!" do outro lado das telas. Que foi o que eles fizeram, para nossa alegria.

Quem dá mais? (risos)

Imagem

Robb Stark estava vencendo a guerra contra os Lannister e o Norte estava logo atrás dele, apontando-o como o futuro Rei. Logo, ele iria vingar a morte de seu pai e consertar as coisas na corte!

... É, mas nada disso aconteceu, porque ele cometeu o erro de se apaixonar (quem nunca?). Se ignorarmos que essa foi a ruína que levou ao Casamento Vermelho -- em que ele foi brutalmente assassinado, junto ao seu exército e família --, o momento em que ele se casa com Talisa é verdadeiramente feliz.

Arya abandona Westeros

Imagem

Apesar de fãs do livro não gostarem muito do fim da quarta temporada, em que a personagem teoricamente deveria revelar algo que eles esperavam, a saída de Arya de Westeros para Braavos foi incrível. Em partes graças à moeda de Jaqen, em parte porque foi um "abandono" de muito estilo vindo da pequena Stark. Depois de tudo o que ela passou, incluindo testemunhar a morte de seu próprio pai, era hora de ela respirar novos ares.

Tudo bem que eventualmente veríamos muitas tragédias com Arya tentando se tornar "uma garota sem nome", mas é muito difícil encontrar momentos alegres nessa série -- e esse foi um deles.

Palmas para a melhor morte da série

Imagem

Por último, mas não menos importante, tínhamos que colocar pelo menos uma morte gloriosa nessa lista. O homicídio de Joffrey, que aconteceu em seu casamento com Margaery, foi o suficiente para ver fãs se abraçando de felicidade ao assistir à cena em que ele engasgava com veneno.

Pensamos se essa cena seria tão feliz quanto a de Ramsay, mas achamos que a do antigo Rei foi mais "alegre", uma fez que a morte do Bolton foi lenta, dolorosa e muito pesada -- o que dava um aspecto muito mais agridoce e muito menos "feliz".

Fonte: Ign

Comentários

26 Jun, 2016 - 17:37

3516 Views

Comentários

Notícias