Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar
9.0
Análise de de Tribo Gamer

Review – Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl

Meu primeiro console portátil foi um Nintendo DSi, que consegui comprar depois de muito esforço, dando aulas de reforço para conhecidos (pode acreditar, demorou bastante). E junto dele, eu comprei Pokémon Platinum, que era a terceira versão de Pokémon Diamond & Pearl. De lá pra cá, se passaram muitos anos, tivemos a era do 3DS e depois veio o Nintendo Switch, que já completou 4 anos de existência. E, agora, temos um remake daquelas versões, sendo chamado de Brilliant Diamond & Shining Pearl.



Antes de mais nada, é preciso dizer que a Pokémon Company já possui uma certa tradição em fazer remakes. Na época do DS mesmo, tínhamos Soul Silver & Heart Gold (antes disso, tivemos Leaf Green & Fire Red para Gameboy Advance), mas uma coisa que chamava a atenção é que os remakes geralmente eram parecidos com a geração que estava em vigor na época em que foram lançados. Mas, desta vez, a empresa decidiu fazer uma versão mais fiel ao que foi lançado originalmente, um tipo de trabalho similar ao que foi feito com The Legend of Zelda: Link’s Awakening, em que a preocupação era manter uma experiência praticamente igual, mas atualizada.

Imagem

Sim, parece loucura, afinal, as pessoas se acostumaram com mega-evoluções, dynamax, gigantamax, além do método de captura de Pokémon Let’s Go, mas Brilliant Diamond & Shining Pearl trazem a experiência clássica de Pokémon, uma época bem mais simples, mas muito bem planejada. Aqui temos os Super Contests, a Amity Square e o Underground.

Mas espera, isso quer dizer que não existem melhorias? Muito pelo contrário. Existem sim melhorias para o game: você pode abrir seu box sem precisar ir no centro Pokémon, algo que vemos em Sword & Shield, por exemplo. O Grand Underground é praticamente uma área totalmente nova, onde você também pode criar sua base secreta, encontrar fósseis, itens, estátuas e descobrir novos Pokémon. Posso dizer que esta é a parte que mais vai te divertir no jogo, pois há muito para explorar e se aventurar. É um sistema muito bem construído e dá pra sentir que a empresa desejava que os jogadores gastassem tempo nele.

Logo quando anunciado, o jogo sofreu muitas críticas pela escolha da arte, os personagens seguem o modelo ‘Chibi’ durante quase todo o game, exceto nas batalhas (O que é Chibi? É como um Funko Pop, um boneco com a cabeça grande e o corpo pequeno). Ainda assim, defendo: a arte escolhida ajuda bastante a passar a sensação de nostalgia e também combina com o ambiente do game, a perspectiva de cima, tudo isso funciona. O jogo foi desenvolvido pela ILCA e ela também se preocupou em trazer melhorias gráficas, luz, sombra e até o visual da água.

Pokémon Brilliant Diamond e Shining Pearl também contam com autosave e a habilidade de ver se o golpe é efetivo ou não contra o adversário. Você também não precisa mais carregar um Pokémon que só vai servir para encher de HMs, já que todas as funcionalidades foram transferidas para o Pokétch, o dispositivo que te acompanha em toda sua aventura. O Exp Share tá ligado direto, facilitando o trabalho de ganha nível pra toda sua party. O jogo também conta com o sistema de customizar sua Pokébola com adesivos e efeitos que, ainda que não tenha efeito em batalha, é algo muito bacana.

Imagem

Embora Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl não sigam a tradição de parear as antigas gerações com a atual, eu realmente me senti em uma cápsula do tempo em boa parte do game. Explorar Sinnoh, agora renovada, é uma experiência agradável e divertida, lembrando que os jogos originais já não estão disponíveis no mercado, pois foram lançados para Nintendo DS.

O modelo clássico e bem mais simples presente neste jogo serve como uma ótima porta de entrada para novos jogadores, além de ser um resgate do sentimento que os veteranos possuíam há mais de uma década. Para quem começou sua experiência em Pokémon como Pokémon GO e passou para Pokémon Let’s Go no Switch, acredito que Brilliand Diamond & Shining Pearl é o próximo passo para entrar de vez na experiência padrão de Pokémon.

Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl não trazem novas mecânicas e nem apresentam novos monstrinhos. Entretanto, eles servem para resgatar uma das melhores e mais amadas aventuras da série principal, entregando belos visuais e boas melhorias para esses clássicos. Perante o iminente lançamento de Pokémon Legends Arceus, os games se tornam obrigatórios para quem quer visitar a região de Sinnoh e entender mais de sua história, lendas e se preparar para o novo jogo. Além disso, é uma bela forma de introduzir novos jogadores à experiência tradicional de Pokémon.

Fonte: Ovicio

0 Comentários

19 Nov, 2021 - 11:24

260 Views

9.0

Como você avalia o ?

0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Escrever Análise

Comentários