Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar
8.0
Análise de Hitman: Absolution de Tribo Gamer

Hitman Enhanced Collection é essencial para os amantes da franquia

O grande pedido dos fãs de Hitman foi atendido

Considerados os dois melhores games da franquia, Hitman: Blood Money e Absolution ganharam versões com gráficos atualizados. Ambos, lançados em 2006 e 2012 respectivamente, agradaram a crítica e uma legião de fãs do "carequinha com códigos de barra".

Após um bom período sem a aparição do Agente 47, somente em 2016 a franquia ressurgiu em forma de reboot. A princípio, esta nova faceta de Hitman apresentou um salto gráfico e uma nova maneira de contar história: por episódios. A nova postura da IO Interactive não foi muito acertada, no entanto, seu novo game trouxe mecânicas convincentes e evoluídas, o que rendeu a franquia uma continuação.

Em 2018 – mais precisamente no mês de Novembro – o reboot de 2016 ganhou uma sequência. Hitman 2 expandiu ainda mais as mecânicas solidificadas pelo seu antecessor. No entanto, o que o título transpareceu foi uma sensação de algo que já jogamos anteriormente, e não algo novo.

Embora com a chegada de dois novos jogos, os fãs desejavam por uma versão dos melhores games da série. Eis que Hitman Enhanced Collection surgiu do nada e chega para alegrar os grandes fãs da série. Mas afinal, será que esta tão aguardada versão é tudo isso mesmo?

Blood Money e Absolution

A franquia Hitman possui um grande público amante e fiel das aventuras do Agente 47. No entanto, muitos destes fãs não tiveram a oportunidade de seguirem toda a cronologia dos eventos do assassino. Desta forma, há uma parcela que é da velha guarda – que jogou todos os jogos – há também aqueles que conheceram o a franquia, somente, em 2012 – com Hitman Absolution – e há também um grupo que passou a conhecer a franquia apenas em 2016 e em 2018, com os recentes games.

Dito isso, esta versão é a oportunidade perfeita para você conhecer eventos anteriores dos atuais jogos da série. Mas também, é uma forma de nostalgia para aqueles fãs que vem acompanhando a franquia desde seu primeiro título.

Imagem

Hitman: Blood Money é centrado nos assassinatos feitos pelo "47", que são narrados de um antigo diretor do FBI para um jornalista. O ex-diretor conta sobre como sua organização vigiava 47, notificando seus assassinatos, que são jogados a partir do momento em que são mencionadas nas cenas.

Hitman Absoulution, o Agente 47 é traído por quem confiava e perseguido pela policia. Assim, "47" encontra-se no centro de uma conspiração sombria e terá de embarcar numa viagem pessoal na busca pela verdade. Em conclusão, ambas as aventuras são as melhores, merecidamente, da franquia. Embora Absolution não aconteça durante a cronologia da serie, o título de 2012 traz uma nova postura para o Agente 47, o que agradou a muitos.

Um assassino de cara nova

A versão aprimorada destes dois grandes títulos trouxe uma atualização gráfica. Ambos os jogos rodam a 4K/60 FPS. Além, de um aprimoramento na iluminação e nas sombras. Começando com Blood Money, o update gráfico é incrível. É notória a atenção que os desenvolvedores tiveram em dar para cada aspecto do cenário seu devido aprimoramento. Folhagens, texturas, sombras, entre outros aspectos estão mais vivos e detalhados. Quanto às expressões faciais, não é algo que um remaster resolva. Mas, os movimentos do personagem se encontram mais fluídos e com uma maior fidelidade se comparado com a época.

Imagem

Em Absolution, foi onde eu me espantei. O momento inicial do game com um por do sol imponente ao fundo, eu contemplei uma nova experiência gráfica. O aprimoramento gráfico em Hitman: Absolution fez muito bem ao título. Desde sombras perfeitas, raios de sol e os reflexos de luz refratados nos cenários até aos detalhes e a fluidez dos movimentos. Todos estes aspectos aprimorados fazem desta revisita uma nova experiência visual.

Imagem

Em suma, os dois jogos apresentam uma novo aspecto gráfico que fazem deste retorno algo nostálgico e novo ao mesmo tempo.

Um remaster como qualquer outro

Normalmente um remaster tem o objetivo de relançar um determinado jogo com gráficos atualizados. No entanto, há remasterizações que vão além do update gráfico trazendo melhorias e adições ao game relançado. Halo: The Master Chief Collection e GTA V são grandes exemplos destas exceções. Infelizmente, Hitman Enhanced Collection não se encontra neste grupo.

A recente versão remasterizada fez seu dever de casa em trazer um ótimo aprimoramento gráfico. Entretanto, é só isso que presenciamos no game. Este remaster carrega os mesmos problemas técnicos das versões originais com Bugs e física nada realista . Mas isso atrapalha a experiência? Não é que atrapalha, mas notamos que faltou um pouco de empenhou em trazer mais novidades e melhorias. E este detalhe incomoda e nos frustra, pois é um game relançado com os mesmo problemas da época que nasceu. Desta forma, o jogo não traz algo que motive sua compra.

Esta postura costumeira e desleixada das empresas lançarem remasters apenas com uma atualização gráfico a preço cheio vem se repetindo constantemente na indústria. Embora esta prática se mantenha rentável, o interesse pela a compra de um produto já lançado sem algo adicional vem diminuindo bastante – o que é mais do que justo.

Em suma, Hitman Enhanced Collection é um remaster como qualquer outro, que preza somente em seu aspecto visual e nada mais. Seu aprimoramento visual é incrível, porém a permanência de seus problemas técnicos faz desta experiência questionável para aquisição. No entanto, se você é fã desta franquia esta versão é mais do recomendada.

PONTOS POSITIVOS

  1. Um novo aspecto visual
  2. Sombras e iluminação melhoradas
  3. Movimento mais fruídos graças aos 60FPS


PONTOS NEGATIVOS

  1. Problemas técnicos da versão original continuam
  2. Animações com problemas

Fonte: Comboinfinito

0 Comentários

01 Fev, 2019 - 19:34

914 Views

8.0

Como você avalia o Hitman: Absolution?

0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Escrever Análise

Comentários