Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar
9.0
Análise de Yakuza Kiwami 2 de Tribo Gamer

Yakuza Kiwami 2 dá nova cara para um grande clássico dos videogames

Yakuza 2 revive em Yakuza Kiwami 2

Yakuza Kiwami 2 marca mais um dos esforços da SEGA em popularizar a franquia no ocidente. O jogo chega ao nosso mercado alguns meses após seu lançamento no Japão. Se considerarmos os demais lançamentos da franquia, este foi um dos jogos que chegou mais rapidamente do outro lado do globo, localizado em inglês. Embora Yakuza não tenha legendas em português, saiba por que você PRECISA dar atenção para mais um jogo da saga de Kiryu.

Um Remake de Luxo

Imagem

Muita gente não sabe, mas Yakuza Kiwami 2 é um remake. Assim, toda a história e inspiração vem de Yakuza 2. O game foi lançado em 2006 para o PS2 e agora ganha uma cara totalmente nova, em uma nova engine, a mesma que deu vida à Yakuza 6. Mas agora, voltamos no tempo para pouco depois do final do primeiro game. Kiryu está começando uma vida tranquila com Haruka, mas como nada na vida dele é fácil, rapidamente Kiryu se vê envolvido com mais um grande golpe contra o Tojo Clan.

A grande diferença aqui para os recentes jogos da saga lançados no ocidente, é que a história e o vilão têm realmente uma grande ligação com Kiryu. Nosso herói de punhos cerrados não entra na briga por que quer. Mas sim por conta do ódio que Ryuji Goda tem por ele. Então o grande vilão quer, de todas as formas, acabar com Kiryu. Assim, uma nova história se inicia. E mesmo para quem já jogou Yakuza 2, Kiwami 2 vem cheio de novidades.

Além de uma história original envolvendo nosso querido Goro Majima, onde ele é um personagem jogável novamente, também temos mais histórias paralelas e eventos no mapa. A história se passa em Kamurocho e Sotenbori. Para quem jogou Yakuza 0, Sotenbori é uma cidade bem conhecida. Lá, jogamos boa parte da campanha com Majima.

Por fim, para completar o remake, temos o visual. Criado na Dragon Engine, Yakuza Kiwami 2 traz os mesmos gráficos de Yakuza 6. Entretanto, não há melhorias visíveis. É exatamente a mesma coisa do sexto jogo. Mas isso não é algo ruim. Contudo, por se tratar de um título que foi lançado um ano depois do 6 no Japão, a SEGA poderia ter melhorado alguns detalhes neste aspecto.

Novas formas de combate e exploração

Imagem

Embora seja um novo jogo, Yakuza Kiwami 2 traz o mesmo feeling de qualquer game da série. Mas claro, com melhorias e diferenças. Um dos grandes chamativos da Dragon Engine é o avanço que a Sega conseguiu no combate de Yakuza. Como o jogo é um beat ‘em up em 3D, o combate precisa ser o mais fluido possível. Novamente, há uma grande semelhança com Yakuza 6, ainda que para entrar nos combates, quem jogou o sexto game sinta que há uma demora de alguns segundos para as batalhas começarem. Em Yakuza 6 eu saía correndo para cima dos inimigos e já lançava uma voadora na cara dos meliantes, uma vez que o combate ia sendo carregado enquanto eu me direcionava para cima dos inimigos. Agora é um pouco diferente. É como se demorassem dois segundos a mais. Então não é mais possível entrar numa briga tirando vantagem dos inimigos.

As habilidades de Kiryu vão sendo habilitadas aos poucos. Temos dois novos golpes, carregados, segurando o soco ou o chute. Além disso, Kiryu faz amigos pelo mapa e esses NPCs podem ajudar o rapaz com golpes de heat. É uma cena mais hilária do que a outra.

Continuamos encontrando diversos itens pelo mapa, como as chaves dos cadeados espalhados pela cidade. Após encontrarmos um item, a dinâmica de se encontrar essas chaves muda por completo. Então, andar em todo o mapa, de cabo a rabo, é quase que uma obrigação. O sistema de alimentação e experiência é o mesmo de Yakuza 6. O que muda é que as habilidades e boosters são conquistados com experiência ou atividade feita no mapa, que permite que tal habilidade possa ser conquistada. Mas nada sai do que os fãs já estão acostumados e funciona muito bem para os novatos.

Uma nova forma de aproveitar as missões paralelas

Imagem

Antes de mais nada, Yakuza Kiwami 2, assim como todos os games da franquia, é um RPG. Então, uma das formas de se ganhar experiência é fazendo atividades extras. Assim como todos os jogos da saga, Kiwami 2 traz muitas destas atividades. Mas tudo ganha ainda mais graça quando conseguimos uma habilidade que mostra onde estão as missões paralelas. Assim, toda vez que avançamos um pouco na história, é possível ver diretamente no mapa se temos novas missões extras disponíveis.

Essa funcionalidade traz uma nova dinâmica para Yakuza. Talvez seja até o grande avanço e colaboração de Yakuza Kiwami 2 para a franquia. Embora possa parecer algo que facilite a vida do jogador, ao mesmo tempo, nos permite aproveitar mais do game. Perder menos tempo. Para se ter uma ideia, eu sou um jogador preocupado em completar todas as missões. Até por conta da qualidade das missões paralelas dos jogos da franquia, que é altíssima. São sempre engraçadas e cheias de boas ideias. Porém, na intenção de não perder nada, eu sempre fico andando no mapa em busca de missões extras. Na maioria das vezes, não achamos nada. Felizmente, isso não acontece mais.

Como as missões passam a serem mostradas no mapa, eu só ia para a história após concluir todas as missões paralelas disponíveis. É possível ver as que ainda não começamos e as que já estão ativas pela cor. Respectivamente com ícones brancos e azuis.

Isso colaborou para o ganho de experiência e um melhor aproveitamento do conteúdo do game. Sem dúvida alguma essa funcionalidade de mostrar as missões extras no mapa, deva se manter viva nos próximos games da franquia.

Involução ou corte de custos?

Imagem

Embora, como um todo, Yakuza Kiwami 2 seja um jogo extremamente gostoso de se jogar, existe uma sensação de que está abaixo do 6, tecnicamente. Enquanto Yakuza 0 e Kiwami 1, na engine antiga, traziam diálogos menos importantes sem dublagem, isso não incomodava por conta do histórico da franquia. Afinal, todos os jogos da série foram assim: diálogos da história são dublados e conversas menos importantes não. Ao invés da dublagem, os personagens dão uma resmungada. Então chegou Yakuza 6 e trouxe praticamente todos os diálogos dublados e com um bom trabalho de sincronismo labial nestas cenas menos importantes. A diferença é gritante em termos de qualidade.

Claro que se trata de um avanço corajoso, que traz mais custos. Mas ao jogarmos Yakuza 6, esse cuidado com os diálogos foi algo tão satisfatório, que não imaginava que poderia ser diferente em Kiwami 2. Só que, novamente, a maioria dos diálogos não possuem voz, só as resmungadas. A sensação é que a Sega decidiu somente pegar as mesmas vozes do jogo do PS2 – uma vez que as cenas foram recriadas exatamente da mesma forma do jogo mais antigo -, adaptar na nova engine e os diálogos, que no PS2 também eram sem voz em sua maioria, foram mantidos da mesma forma no PS4. Contudo, estamos falando de um remake, que saiu depois de um dos melhores jogos da franquia, 12 anos depois do original. Sem dúvida que poderia ter sido melhor.

Então a dúvida que fica é: será que os futuros games da franquia vão manter os diálogos resmungados? Ou teremos de volta todo o cuidado de Yakuza 6?

Mini games e Majima com sua própria história

Imagem

Yakuza é uma franquia conhecidíssima por seus mini games. E desta vez não é diferente, temos muitos deles. Além do Club Sega, com jogos do estúdio, como Virtua Fighter, temos diversas outras atividades. O mini game de baseball, de golfe, de dardos, mahjong, poker, vídeos absurdos que só Kiryu vê, um estúdio de fotografias safadão e muito mais. Não há nada de muito diferente, mas a diversão continua bem alta.

Para compor esse leque de atividades extras, a Sega trouxe de volta o mini game de gerenciamento de cabaré. A estreia desse mini game ocorreu em Yakuza 0, como parte da história de Majima. Mas agora é com Kiryu mesmo que ficou essa responsabilidade. Além disso, o sistema de clan de Yakuza 6 foi modificado e transformado no Majima Construction. Como faz parte da história, não vou dar detalhes deste mini game. Apenas digo que vale muito a pena se dedicar a ele.

Contudo, Majima brilha mesmo é em sua própria história. Quase que um jogo novo em formato de episódios, ou um DLC embutido no pacote normal do game. Logo que concluímos determinadas tarefas na campanha com Kiryu, novos capítulos da história de Majima são liberados. Assim, ficamos sabendo através de novas cenas e uma jogabilidade diferente com Majima e seu estilo de luta maluco, como foi que ele saiu do Tojo Clan. Além disso, sempre é fantástico ver novas cenas com o Mad Dog.

Mais um ótimo jogo para a galeria de jogos da franquia Yakuza

Imagem

Não há nenhuma dúvida de que o sucesso da saga Yakuza é merecido. Yakuza Kiwami 2 chega para somar novas experiências aos velhos fãs da franquia. Mas também é uma ótima oportunidade para quem começou nesta geração a conhecer a história de Kiryu. Então, após o capítulo 0 e Kiwami 1, é hora de seguir a história adiante, com um remake que serve de exemplo para a indústria dos games. E vale ainda mais a pena ao lembrarmos que Yakuza 3, 4 e 5 serão resmasterizados em breve. Assim, o PS4 ganha mais um grande exclusivo, que deve ter tanta atenção quanto um Horizon Zero Dawn ou um God of War. Kiryu merece.

PONTOS POSITIVOS

  1. Um Remake que adiciona ainda mais conteúdo ao jogo original
  2. Uma das melhores histórias de Yakuza totalmente refeita
  3. O retorno da Dragon Engine
  4. Muitas atividades extras, que tornam o jogo longo e recompensador
  5. Gráficos continuam belos
  6. Trabalho de voz fantásticos (nas cenas dubladas)
  7. Sistema de combate ainda mais viciante
  8. Sistema de evolução com pequenas melhorias, bem vindas
  9. A campanha com Majima é ótima e seu mini game também


PONTOS NEGATIVOS

  1. Falta de diálogos dublados fora das cutscenes deixa o jogo com menos cuidado que o 6
  2. Embora o visual seja bom, é igual ao do 6, sem melhorias


VEREDICTO

Yakuza Kiwami 2 é sem dúvida mais um jogo dessa longa franquia que vale a pena. Com muitas atividades extras e uma história pra lá de empolgante, este jogo se torna mais um game obrigatório para os donos do PS4.

Fonte: Comboinfinito

0 Comentários

01 Set, 2018 - 22:56

321 Views

9.0

Como você avalia o Yakuza Kiwami 2?

0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Escrever Análise

Comentários