Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Sledgehammer queria fazer Advanced Warfare 2, mas Activision sugeriu produzir COD: WW2

Call of Duty: WW2 foi lançado na semana passada e, como era de se esperar, está rendendo bastante dinheiro. Essa realidade poderia ser diferente, de acordo com uma reportagem publicada pelo Newsweek, já que o CEO da Activision disse que a Sledgehammer, produtora do novo COD, estava mais interessada em fazer uma continuação para o game Advanced Warfare do que levar a franquia para a Segunda Guerra Mundial.

De acordo com as declarações do CEO da Activision, Eric Hirshberg, "a Sledgehammer queria fazer Advanced Warfare 2", uma continuação para o game produzido pelo estúdio em 2014, que tinha como destaque a jogabilidade baseada em "exoesqueletos".



Apesar de ter sido bem recebido pela crítica na época, uma continuação para o jogo futurístico agora talvez não trouxesse um bom impacto, e a Activision estava ligada nisso. De acordo com Hirshberg, os executivos "sugeriram" ao estúdio levar o jogo para as raízes da franquia e trazer a temática de Segunda Guerra Mundial.

"Nós sabíamos que se tornariam historiadores, que eles iriam enfrentar o desafio com autenticidade, tratar o tema com um tremendo cuidado, capturar a essência e escala indescritíveis da Segunda Guerra Mundial"

- Eric Hirshberg, sobre a Sledgehammer fazer COD WW2


Levando em conta a recepção do novo game, podemos dizer que a escolha da temática foi correta. Na verdade, não precisa ser um especialista em mercado para perceber que ia funcionar, basta ver como Infinite Warfare não teve uma boa recepção dos fãs ano passado, enquanto Battlefield 1, com temática de Primeira Guerra Mundial, foi bastante aclamado.

Call of Duty: WW2 está disponível para PC, PS4 e Xbox One.

Fonte: Adrenaline/Uol

Comentários

09 Nov, 2017 - 11:49

428 Views

Comentários