Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Como saber o que está drenando os recursos do meu PC?

Os computadores estão cada vez mais poderosos, mas as vantagens dos novos componentes de hardware nem sempre são perceptíveis. Com a chegada de novos recursos, os aplicativos modernos passaram a consumir mais recursos, o que impacta muito no uso cotidiano.

Quantas vezes você já não passou raiva quando, após usar alguns apps simultaneamente, o computador simplesmente ficou lerdo ou alguns programas até travaram? Pois é, isso é mais comum do que você imagina e acontece até mesmo com computadores mais potentes.

A verdade é que não existe uma solução definitiva para toda e qualquer inconveniência quanto às quedas de desempenho. No entanto, você tem algum poder sobre o sistema e pode tentar se prevenir para evitar que os programas cheguem a seus limites e comecem a prejudicar o uso geral do computador.

Hoje, vamos mostrar um pouco de uma ferramenta própria do Windows para você monitorar os aplicativos e identificar com rapidez o que está consumindo os recursos da máquina. Vale notar de antemão que este é um procedimento bastante simples e não deve conseguir resolver problemas de travamentos constantes, então não espere milagres.

É hora de gerenciar suas tarefas

Certamente, se você usa o Windows, você já se deparou com a necessidade de usar o famoso comando "Ctrl + Alt + Delete" nas horas de apuro. Pois bem, antigamente, o comando emergencial do Windows dava acesso ao Gerenciador de Tarefas do sistema, uma ferramenta que mostra todos os programas em execução.

Imagem

O Gerenciador de Tarefas do Windows já passou por inúmeras remodelações, sendo que atualmente ele não é mais acessível pelo atalho antigo. No Windows 10, você ainda pode usar a combinação "Ctrl + Alt + Delete" para chegar até a ferramenta, porém será preciso ativá-la manualmente ao clicar na opção específica (que será exibida entre as opções de emergência).

Imagem

Alternativamente, é possível acessar o Gerenciador de Tarefas ao usar o comando "Ctrl + Shift + Esc" ou ao clicar com o botão direito no Botão Iniciar e escolher a opção específica. Todos esses procedimentos levam ao mesmo local e devem deixá-lo na tela principal da ferramenta.

Processos que não acabam mais

A atual versão do Gerenciador de Tarefas está bem diferente, com áreas específicas para as mais variadas informações sobre os aplicativos que estão em execução na sua máquina. Na primeira aba, você vai se deparar com uma lista enorme de processos.

Todos os itens apresentados nesta área são referentes a programas que estão abertos, sejam os arquivos executáveis principais que você usa diariamente (como o navegador, o player de música e outros) ou os processos em segundo plano, que podem ser dependências dos programas ou algumas ferramentas do Windows.

Imagem

Através das colunas, você pode identificar o nome do programa e o consumo de recursos dos mais variados componentes de hardware. O Gerenciador de Tarefas exibe o consumo em tempo real (com atualizações constantes em poucos segundos).

Através dos números apresentados, você pode facilmente verificar quais dispositivos estão sobrecarregados (a porcentagem na parte superior das colunas deixa isso bem evidente). No detalhamento de cada programa, é possível conferir o consumo específico de CPU, memória, disco e rede.

Imagem

Recomendamos que você olhe toda a lista para identificar possíveis vilões, pois há programas que fingem usar poucos recursos, mas mantêm processos em segundo plano "comendo" muita memória. No caso de encontrar algum programa suspeito na lista, basta selecioná-lo e clicar no botão "Finalizar Tarefa" (no canto inferior direito).

De olho no desempenho

Além dos processos, você pode conferir como os componentes de hardware estão trabalhando. Basta acessar a aba "Desempenho" e navegar pelos itens no menu lateral esquerdo. O Windows atualiza os gráficos e detalhes constantemente, sendo possível averiguar o total de processos, os threads, a velocidade de operação da CPU e muito mais.

Imagem

Além de todas as informações práticas, esta janela conta com um atalho para o "Monitor de Recursos" do sistema, onde você pode obter mais informações dos processos que estão atrapalhando a performance da sua máquina.

Caso o seu computador seja compartilhado com mais usuários, você pode acessar a aba "Usuários" do Gerenciador de Tarefas. Nesta área, você tem opções para desconectar um usuário ou finalizar tarefas de outras pessoas que estão prejudicando o sistema.

Imagem

Apesar de ser muito divertido observar tantos detalhes, é válido tomar muito cuidado ao gerenciar os processos, pois um engano ao encerrar alguma tarefa pode prejudicar a estabilidade do sistema. Fora isso, você deve estar ciente que ao encerrar algum programa, há grandes chances de você perder dados que não foram salvos, então não aja por impulso.

Boa sorte ao explorar os mistérios do Windows, a viagem pode ser muito divertida ou muito perigosa!

Fonte: Tecmundo

Comentários

08 Jul, 2017 - 12:41

3999 Views

Comentários

Notícias