Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Os 7 momentos mais emocionantes dos games em 2016

Choramos litros jogando

Recheado de boas surpresas mas também de algumas decepções, 2016 foi um ano que chegou e passou deixando um gostinho diferente no coração de cada jogador. E por falar em coração, foi também em 2016 que vimos os nossos serem violentados por causa de algumas das mais emocionantes cenas que já presenciamos nos videogames.

Agora, sem mais enrolação, relembre junto conosco os momentos que mais nos emocionaram em 2016. Lembrando que o texto a seguir contém...

...SPOILERS DE ENREDOS DE diversos GAMES LANÇADOS EM 2016. CONTINUE A LER POR SUA CONTA E RISCO.

Imagem


Por ser definido pela Naughty Dog como a conclusão da jornada de Nathan Drake, Uncharted 4 tem pequenos detalhes e grandes momentos que foram feitos para arrancar lágrimas dos seguidores da franquia do PlayStation. Um deles certamente é o epilogo, em que conhecemos Cassie Drake, filha do protagonista com Elena Fisher. Ver a história de Nate sendo finalizada dessa forma com certeza acalentou os corações de muitos fãs -- principalmente se você foi um verdadeiro explorador que conseguiu encontrar o álbum de fotos do casal, com imagens do nascimento de Cassie e tudo mais. É como olhar para um filho e pensar "Ah, ele cresceu. Não precisa mais de mim agora".

A traição a Lincoln Clay em Mafia III

Imagem


Desde o primeiro minuto, a gente sabe que algo cheira mal em Mafia III. Lincoln Clay, nosso feroz protagonista, superou uma infância difícil e um longo período violento no Exército até ter o direito de retornar ao conforto de sua cidade natal, New Bordeaux. Tudo o que ele queria era colocar as coisas em ordem e levar uma vida honesta daqui em diante. Mas velhos hábitos não morrem, e Lincoln volta a se envolver com a nata da bandidagem da cidade. Um belo dia, ele é convocado pela máfia italiana para o golpe perfeito -- um assalto milionário a um banco fortemente protegido. Na hora de celebrar o sucesso e dividir o dinheiro com os comparsas, a surpresa: era uma cilada, Lincoln! Sabemos que traições são comuns quando se lida com o crime organizado, mas não do modo cruel e insensível como Mafia III nos mostrou, com os familiares de Lincoln -- e ele próprio! -- caindo sem vida, um a um, tal qual o "Red Wedding" de Game of Thrones. Foi impossível não se arrepiar.

O medo de perder Trico em The Last Guardian

Imagem


Jogadores familiares aos games de Fumito Ueda provavelmente já esperavam se emocionar com The Last Guardian. A relação entre o menino sem nome e a criatura gigante Trico já era cativante nos trailers, mas são nas cutscenes finais do jogo que o nosso coração realmente ameaça vacilar. Nos últimos momentos da aventura, Trico é atacado por outros animais de sua espécie e não há muito o que você possa fazer. É desesperadora a ideia de perdê-lo, e por um bom tempo parece inevitável que isso vai acontecer. Felizmente o que vem a seguir é um final feliz e glorioso, com direito ao grande cão-galinha levantando um belo voo aos céus e devolvendo o menino ao seu lar. Presenciar a jornada da dupla foi uma das experiências mais épicas de 2016.

Superar a batalha mais massacrante de Dark Souls III

Imagem


O Rei Sem Nome é um chefe opcional em Dark Souls III, e há um bom motivo para isso. Se essa criatura detestável fosse obrigatória, imagino que muito mais jogadores desistiriam do game antes de chegar às vias de completá-lo. Este é um dos chefes mais difíceis de toda a franquia Dark Souls, e isso, como você pode imaginar, quer dizer muito. Nunca gritei tanto quanto quando, após mais de 30 tentativas, consegui finalmente derrubá-lo. Não há emoção maior do que superar um obstáculo aparentemente imbatível e notar, aliviado, que todo aquele esforço valeu a pena. No caso de Dark Souls, cada pequena vitória vale uma vida.

A inexplicável conclusão de Inside

Imagem


Quem somos? Onde estamos? Para onde vamos? Nenhuma dessas questões é respondida ao longo de Inside, mas isso é o de menos. Também não sabemos o porquê de estarmos ali, correndo sem rumo e propósito, fugindo de perseguidores insensíveis em um ambiente sinistro e opressor. Mas Inside não nos dá tempo de questionar nada -- o tempo está correndo, os riscos surgem a cada instante e é preciso chegar inteiro ao final. Por mais bizarra que seja a nossa trajetória, porém, nada no jogo nos prepara para aquele desfecho. Desagradável, chocante, repugnante e tantos outros adjetivos não definem adequadamente a horrível metamorfose que experimentamos -- um cenário desesperador de pesadelo que coroa a mais sofrida e recompensadora jornada mostrada pelos videogames em 2016.

O adeus aos amigos em Final Fantasy XV

Imagem


A cena pós-créditos em que Noctis, Gladio, Ignis e Prompto estão em seu último acampamento antes de seguirem para Insomnia em direção ao confronto final contra o vilão Ardyn foi uma das mais emocionantes e interessantes que já acompanhei nos games. Após passar 10 anos em um limbo, o príncipe Noctis retorna para ver que o mundo foi consumido pela escuridão e que seus amigos acabaram distanciando-se, cada um cuidando de seus próprios afazeres. No reencontro, o protagonista tem dificuldade de expressar seus sentimentos pelos amigos que o acompanharam desde a juventude. Toda a construção da cena é muito legítima e real, quase tátil. Vemos Gladio mandando um "bota pra fora logo" enquanto Noctis tenta organizar as palavras, sabendo que seu destino inevitável é o sacrifício e que ele nunca mais veria seus amigos e que isso é necessário para salvar o mundo. Com olhos marejados, Noctis chora de emoção ao declarar seus sentimentos pelos amigos ante seu inevitável fim. Uma cena forte, carregada de emoção e significado.

A escolha pela solidão em Firewatch

Imagem


Gears of War 4 traz uma grande história e faz uma grande homenagem aos fãs, ao mesmo tempo em que consegue trazer algo atraente para novos jogadores. Um desses "fan services" é a presença do grande herói da franquia, Marcus Fenix, que aparece para dar uma força ao filho, JD, na luta contra a ameaça dos Swarm. Em determinado momento, Marcus é capturado, e JD e os companheiros passam boa parte da aventura tentando salvá-lo. Quando finalmente o encontram, ele está dentro das entranhas do Swarm que o engoliu. Durante segundos que parecem horas, vemos Marcus inanimado, petrificado, aparentemente sem vida. JD consegue ressuscitá-lo, e ao mesmo tempo, também trouxe vida de volta aos corações de todos os jogadores.

...

Qual foi a cena ou momento de game que mais marcou você em 2016? Divida suas emoções nos comentários.

Fonte: Ign

Comentários

22 Dez, 2016 - 15:09

1542 Views

Comentários