Baixe agora o app da Tribo Gamer Disponível na Google Play
Instalar

Nvidia aceita acordo nos EUA e pagará 30 dólares para compradores da GTX 970

Apesar de sua grande popularidade, GeForce GTX 970 chegou ao mercado com uma polêmica: o caso dos 3,5GB de memória. A empresa omitiu informações sobre as características técnicas da placa, não alertando os consumidores que 0.5GB da memória disponível operavam de forma diferente do restante. A polêmica rendeu uma serie de processos, e nos Estados Unidos a empresa aceitou pagar uma indenização a seus consumidores.

De acordo com o site Top Class Actions, que acompanha o andamento de ações nos país, a Nvidia aceitou pagar US$ 30 por consumidor e também US$ 1.3 milhões referentes aos honorários dos advogados. O processo legal ainda não foi finalizado, porém fontes do site indicam que a Nvidia pretende aceitar as condições.

A GeForce GTX 970 foi lançada no mercado americano por US$ 350, e os 30 dólares seriam calculados sobre o o poder de processamento e memória perdido pelos consumidores. A polêmica envolvendo a GTX 970 não está limitada a sua memória. A Nvidia passou informações falsas sobre a quantidade de ROPs disponíveis, afirmando que haveriam 64 quando na realidade há 56 ROPs. A quantidade de L2 Cache também foi informada errada: ao invés dos 2048 KB há 1792 KB. A empresa se defendeu, na época, afirmando que não havia agido de má fé, e o que aconteceu foi uma falha de comunicação interna da empresa.

Apesar da controvérsia, a GTX 970 recebeu análises muito positivas (inclusive por aqui), e hoje é o hardware mais utilizado entre os gamers de PC segundo pesquisa do Steam.

Fonte: Adrenaline/Uol

Comentários

29 Jul, 2016 - 15:58

7676 Views

Comentários

Notícias